Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Vitreo DTVM

Governo do RJ libera shoppings abertos por 24 horas para evitar aglomerações

04/12/2020 - 13:45
Crivella
“As pessoas não precisam ter pressa e se aglomerar para fazer as compras“, disse Crivella (Imagem: REUTERS/Adriano Machado)

Os shoppings centers do Estado do Rio de Janeiro poderão abrir por 24 horas para tentar evitar aglomerações em tempos de festas de fim de ano, anunciaram nesta sexta-feira o prefeito Marcelo Crivella (Republicanos) e o governador interino Cláudio Castro (PSC).

O acerto aconteceu após encontros entre eles nos últimos dias.

“As pessoas não precisam ter pressa e se aglomerar para fazer as compras“, disse Crivella.

Segundo Castro, “isso vale ‘ad eternum’ enquanto for necessário.

“Vale para depois de dezembro também“, disse o governador interino a jornalistas.

A decisão ocorre em meio a um aumento de casos e saturação de leitos de UTI.

Estado e prefeitura anunciaram aperto na fiscalização para evitar aglomerações e concentrações de pessoas e a abertura de quase 400 leitos de UTI para os próximos dias.

As autoridades fizeram ainda um apelo para que a população use máscara e álcool em gel e que o setor produtivo ajude na fiscalização de regras de ouro.

“Faço um apelo à população e à cadeia produtiva: a pandemia não foi embora e é um ano extremamente difícil e com erros do poder público no mundo inteiro“, acrescentou Castro.

As autoridades não querem voltar atrás nas regras de isolamento mesmo com aumento de casos, taxa de mortalidade recorde e UTIs públicas e privadas lotadas.

Mas especialistas pedem novas restrições.

“Tem que se tomar medidas mais rígidas porque o momento é delicado “, disse o infectologista Roberto Medronho, da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio e Janeiro (UFRJ).

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Rafael Borges - 04/12/2020 - 13:45