Empresas

Grupo Pão de Açúcar (PCAR3) vai ofertar R$ 1 bilhão de ações e prepara novo conselho

11 dez 2023, 8:56 - atualizado em 11 dez 2023, 8:56
pao-de-acucar-1 gpa ações
O GPA pretende reduzir o endividamento da empresa com o dinheiro arrecadado com a oferta de ações. (Imagem: Renan Dantas/Money Times)

O Grupo Pão de Açúcar (GPA – PCAR3) irá ofertar R$ 1 bilhão de ações ao mercado com a ajuda de bancos nos próximos dias. A intenção é diminuir sua alavancagem.

A empresa contratou o Itaú BBA e o BTG para analisar a viabilidade da oferta e a BR Partners como assessor financeiro da operação.

O CEO da companhia, Marcelo Pimentel, pretende reduzir o endividamento da empresa com o dinheiro arrecadado com a oferta. No Investor Day realizado pelo GPA na semana passada, Pimentel reafirmou o compromisso em cortar a alavancagem pela metade até o final do ano que vem.

Os esforços da companhia já estão sendo vistos com a venda na participação de 13,3% no Éxito e a sua participação de 34% na Cnova, pelo valor total de R$ 850 milhões. Ambas retornaram ao seu acionista controlador, Casino Guichard Perrachon.

Ainda segundo o GPA, para viabilizar a oferta será feita uma assembleia-geral extraordinária, em 11 de janeiro, para aprovar o aumento de capital e propor um novo conselho de administração. Vale lembrar que isto só ocorrerá se houver de fato o follow-on.

A chapa foi alinhada com o seu atual controlador, o Casino. A chapa será composta por nove membros, sendo seis independentes. Os novos membros independentes são: José Luiz Gutierrez, Márcia Nogueira de Mello, e Rachel de Maia. Segundo informações do Brazil Journal, o Casino indicou Christophe José Hidalgo e Philippe Alarcon e foram reconduzidos ao cargo Eleazar de Carvalho Filho, Luiz Augusto de Castro Neves, Renan Bergmann e Marcelo Pimentel.

Jornalista formada pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, atua há 3 anos na redação e produção de conteúdos digitais no mercado financeiro. Anteriormente, trabalhou com produção audiovisual, o que a faz querer juntar suas experiências por onde for.
Jornalista formada pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, atua há 3 anos na redação e produção de conteúdos digitais no mercado financeiro. Anteriormente, trabalhou com produção audiovisual, o que a faz querer juntar suas experiências por onde for.