Grãos em alta moderada. Além do clima nos EUA, milho e trigo têm outras frentes positivas

19/07/2021 - 10:44
Grãos sentem clima adverso nos EUA, mas levam pressões de altas de outros variáveis (Imagem: Pixabay)

As três principais commodities globais exibem altas moderadas nesta segunda (19) pelas condições climáticas adversas nos Estados Unidos.

Mais que a soja, o milho e o trigo adicionam variáveis que vêm de fora ao tempo mais seco e quente em boa parte do cinturão agrícola americano, referendado neste final de semana e com previsão para mais dias a frente.

No caso do milho, o mercado precifica também a forte caída prevista para o milho brasileiro de segunda safra, enquanto há uma demanda em expansão no Brasil e na China, pela procura das empresas de rações.

Ao trigo se soma, além da queda na produção dos EUA, oferta ajustada por restrições de exportações da Rússia e busca pelas empresas processadoras de alimentos para animais, em substituição ao milho. Além de estoques curtos nos principais consumidores, como também trouxe Money Times na sexta, quando o cereal atingiu máximas de 6 anos em Chicago.

Cotações (10h40, de Brasília)

Soja – contratos de setembro e novembro em torno de +6 pontos, entre US$ 14,12 e US$ 13,97.

Milho – +7,25 pontos nos próximos dois vencimentos de 2021, de US$ 6,63 a US$ 5,59.

Trigo – +9,50 pontos no setembro e +10,50 no dezembro, de US$ 7,02 a US$ 7,10

 

 

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado agro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Leia mais sobre: , , , , ,

Última atualização por Giovanni Lorenzon - 19/07/2021 - 11:01

Cotações Crypto
Pela Web