Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Guerra comercial EUA-China eleva custos das empresas nos EUA, revela Livro Bege

15/01/2019 - 15:02

Por Investing.com – O crescimento econômico nas últimas semanas expandiu-se de um ritmo modesto para moderado nos distritos regionais do banco central dos EUA. O otimismo empresarial foi afetado, entretanto, pelo aumento da volatilidade nos mercados financeiros, pela queda nos preços de energia e pela atual disputa comercial entre EUA e China, revela a pesquisa do Federal Reserve.

O relatório econômico, baseado em informações coletadas pelos 12 bancos de reserva do Fed até 7 de janeiro, também destacou que os mercados de trabalho continuam “apertados”, aumentando a dificuldade de encontrar trabalhadores, levando a aumentos salariais entre os níveis de qualificação.

“Os salários cresceram em todo o país, com a maioria dos Distritos relatando ganhos moderados. Os salários aumentaram em níveis de qualificação, e numerosos distritos destacaram o aumento dos salários de entrada à medida que as empresas procuravam atrair e reter trabalhadores e novas leis de salário mínimo entraram em vigor”.

A inflação cresceu no ritmo mais moderado, com “a maioria dos distritos relatando aumentos modestos a moderados nos preços”, segundo o relatório. “Muitos distritos indicaram que os custos de insumos das empresas aumentaram, mas os relatórios apresentaram sinais mistos sobre se elas poderiam repassar os custos mais altos para os consumidores”.

A disputa comercial entre Estados Unidos e China demorou a afetar as empresas, já que “os relatórios citaram o aumento de materiais e preços de frete como fontes de aumento de custos, e vários distritos disseram que tarifas mais altas também eram um fator”, segundo o relatório.

Leia mais sobre: , , ,

Última atualização por Vitória Fernandes - 16/01/2019 - 18:06

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto