Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Guinada do Fed afunda ações na Europa, assim com a do BCE fez

21/03/2019 - 8:17

Por Geoffrey Smith/ Investing.com

Pela segunda vez em um mês, os mercados de ações da Europa estão reagindo negativamente às ações do banco central ao contrário da expectativa de que as apoiassem.

Fed mantém política monetária atual e sinaliza alta de juro básico só em 2020

A decisão do Federal Reserve de abandonar implicitamente a ideia de novos aumentos das taxas de juros este ano empurrou os mercados para baixo, e não para cima, à medida que os investidores do mercado se concentram mais no pessimismo sobre as perspectivas econômicas vindas desse desenvolvimento.

Às 6h00, a referência Euro Stoxx 600 caía 0,68 pontos, ou 0,2%, para 380,08. O Dax da Alemanha caía 0,4% e o CAC 40 da França ficou estável.

O único ganhador claro foi o FTSE 100 do Reino Unido, subindo 0,4%, graças inteiramente às suas empresas de recursos naturais. A ação do Fed tornou o dólarmais barato e reduziu a rentabilidade do dólar, e isso deve apoiar a demanda global por commodities que são cotadas em dólares. Também tornará mais fácil para os mercados emergentes financiarem suas dívidas denominadas em dólar.

A notícia do Fed elevou o preço dos contratos futuros de petróleo dos EUA para mais de US$ 60 por barril, e elevou o preço da referência internacional petróleo Brent para US$ 68,69 – uma alta de quatro meses para as duas misturas. Por conseguinte, as grandes empresas petrolíferas BP (LON:BP) e a Royal Dutch Shell (LON:RDSa) aumentaram cerca de 1%, enquanto as produtoras menores como a Lundin Petroleum AB (ST:LUPE) e óleo de Tullow (LON:TLW) estão superando o desempenho.

As ações de mineração estão ainda melhores: BHP Billiton (LON:BHPB), Glencore(LON:GLEN), Rio Tinto (LON:RIO) e Antofagasta (LON:ANTO) estão com mais de 2%. Mineradoras e companhias de petróleo estão conseguindo um duplo impulso com as tentativas individuais da primeira-ministra Theresa May de lutar contra queda da libra esterlina ao ameaçar um Brexit sem compromisso na noite de quarta-feira.

Os únicos outros ganhadores dignos de nota são as ações de semicondutores. Isso é resultado do fabricante de chips Micron, que prevê uma recuperação no mercado global no segundo semestre do ano. O Infineon da Alemanha (DE:IFXGn) e o STMicroelectronics da França (PA:STM) estão liderando seus respectivos índices, com alta de 1,3% e 2,0%, respectivamente.

Entre os maiores perdedores – Deutsche Bank (DE:DBKGn) e Commerzbank (DE:CBKG), ambos caíram 3,5% após forte recuo dos reguladores contra a proposta de fusão.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Leia mais sobre: ,

Última atualização por Gustavo Kahil - 21/03/2019 - 8:18

Cotações Crypto
Pela Web