Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Homem mais rico do mundo está de olho em funcionários que não vão para o escritório; entenda

Tamires Vitorio
30/06/2022 - 9:49
Elon Musk Twitter
Elon Musk é bastante contrário ao home office (Imagem: Flickr/Elon Musk Twitter)

O homem mais rico do mundo e dono da Tesla (TSLA; TSLA34) e da SpaceX, Elon Musk, já deixou bem claro que não é totalmente adepto ao home office e ao trabalho híbrido, adotado depois da pandemia da covid-19.

Mas a situação ficou ainda mais latente nesta terça-feira (28), quando um funcionário postou um print anônimo de um e-mail automático da Tesla no fórum Blind.

No e-mail, a Tesla notificava o funcionário de que ele não havia usado seu crachá para entrar em uma instalação da Tesla por pelo menos 16 dias no mês anterior.

Outro funcionário da montadora de carros elétricos confirmou a autenticidade do e-mail no fórum em que a imagem foi publicada.

E-mail da Tesla para funcionários que não vão presencial
E-mail da Tesla para funcionários que não vão presencial (Blind/Reprodução)

“Esta é uma notificação automática”, diz o e-mail. “Você está recebendo este e-mail porque não há registro de você usando seu crachá para entrar em uma instalação da Tesla em pelo menos 16 dias durante o período de 30 dias que termina em 28 de junho. escritório, em tempo integral. Sabemos que existem vários motivos pelos quais você pode não ter crachá, incluindo doença, férias ou viagem a negócios. Seja qual for o caso, por favor, esclareça o motivo de sua ausência com seu gerente por e-mail, com uma cópia também enviada para [email protected]

No mesmo fórum, outra publicação feita na quarta-feira (29), corrobora a primeira publicação e afirma que “a Tesla começou a enviar e-mails para aqueles que não aparecem no mínimo 16 dias no mês. O e-mail direciona você a enviar um e-mail ao seu chefe com uma explicação e copiar o grupo de rastreamento de ausências”.

Para o funcionário, “isso parece errado. Não consigo colocar em palavras por que isso me incomoda, parece que é um exagero. É controlador. É desrespeitoso”, continua a publicação.

“Mas, por outro lado, se a empresa quer estar no cargo, é seu direito fazer isso? É justo rastrear o crachá? Suponho que sim? Claro que nenhuma das partes é obrigada a ficar, e eu estou procurando uma saída — mas eu queria abrir isso para o fórum e obter opiniões sobre por que exatamente isso parece errado e uma m*rda de se fazer”, disse o usuário.

O Blind é um fórum anônimo para os funcionários discutirem problemas de uma série de empresas, como a própria Tesla, a Amazon, a Netflix, entre outras. A autenticidade dos usuários é confirmada com a ajuda de e-mails da empresa.

No começo deste mês, Musk deu uma declaração polêmica, ao afirmar que “quem não concordar com o retorno ao presencial pode pedir demissão das empresas que comanda.

No primeiro dia de junho, o homem mais rico do mundo ainda comentou um tuite que ele supostamente enviou para a equipe executiva da Tesla, dizendo que “qualquer pessoa que deseje fazer trabalho remoto deve estar no escritório por um mínimo (e quero dizer, no mínimo) de 40 horas por semana ou sair da companhia”.

O jeito Elon Musk de trabalhar

O posicionamento de Musk não foi completamente inesperado.

O homem mais rico do mundo anteriormente expressou desgosto pelos colaboradores norte-americanos “tentando evitar ir ao trabalho” em uma entrevista em maio ao The Financial Times — embora ele os estivesse comparando com os trabalhadores na China, em vez de comparar os que exercem suas funções remotamente e no escritório.

Também no mês passado, ele tuitou : “todas as coisas de ficar em casa do Covid enganaram as pessoas a pensar que você não precisa realmente trabalhar duro”.

Musk, que protestou contra os mandatos de bloqueio e desafiou as ordens de isolamento social para enviar funcionários de volta à sua fábrica da Tesla na Califórnia em maio de 2020, pode ter uma ideia errada sobre o trabalho remoto.

Não é bem assim…

A relação entre trabalhar a distância e a produtividade é um tema não só para o bilionário CEO da Tesla e da SpaceX. Para os economistas, o trabalho remoto durante a pandemia da Covid-19 não prejudicou a produtividade dos trabalhadores.

“A maioria das evidências mostra que a produtividade aumentou enquanto as pessoas ficaram em casa”, pontuou a Dra. Natacha Postel-Vinay, historiadora econômica e financeira da London School of Economics, ao Business Insider.

“As pessoas gastavam menos tempo no deslocamento para que pudessem usar parte desse tempo para trabalhar, e também passavam mais tempo com a família e dormindo, o que significava que eram mais felizes e acabavam mais produtivos”, acrescentou.

Contudo, dados compartilhados com a Bloomberg em fevereiro de 2021 sugeriram que, em muitas economias, trabalhar em casa significava que as pessoas trabalhavam mais horas.

Para o professor de história econômica Albrecht Ritschl, “o tempo gasto no escritório não é a mesma coisa que trabalhar duro”.

Todos os especialistas consultados pelo Insider disseram que a produtividade ocasionalmente caiu em alguns casos, mas não porque as pessoas estavam se esquivando.

Pessoas com crianças em casa durante a pandemia muitas vezes tiveram que dividir sua atenção entre os ofícios e os cuidados infantis, levando a uma diminuição na produtividade, afirmaram Postel-Vinay e Ritschl.

“Os níveis de produtividade dependem substancialmente do suporte que os empregadores oferecem, da adoção de tecnologia e do tipo de trabalho que permitiria que fosse facilmente realizado remotamente”, comentou ao Insider a professora de economia no King’s College London, Dra. Almarina Gramozi.

Entre para o nosso Telegram!

Faça parte do grupo do Money Times no Telegram. Você acessa as notícias em tempo real e ainda pode participar de discussões relacionadas aos principais temas do Brasil e mundo. Entre agora para o nosso grupo no Telegram!

*Com informações de Gabriela Mackert Occhipinti

Última atualização por Tamires Vitorio - 30/06/2022 - 9:49

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado de carreira?
Receba todo domingo as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto