Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Ibovespa opera em queda, em dia sem NY e com temor sobre economia chinesa

Kaype Abreu
04/07/2022 - 10:11
Painel com ações da Bolsa, na B3
Na Zona do Euro, a inflação ao produtor (PPI) recuou de 37,2% para 36,3%. (Imagem: Kaype Abreu/Money Times)

O Ibovespa abriu esta segunda-feira (4) em queda, em pregão marcado pela redução de liquidez e por temores sobre a economia da China.

Por volta das 10h05, o principal índice da Bolsa recuava 0,46%, aos 98,4 mil pontos. Na sexta, o Ibovespa fechou com uma valorização de 0,42%.

Nos Estados Unidos, a segunda é de mercados fechados em função do feriado do dia da independência dos EUA (Independence Day).

Mercados hoje

Na China, duas regiões na província de Anhui decretaram lockdown por conta de novo surto de covid. Segundo autoridades, 258 novos casos foram identificados ontem, e no país como um todo, foram confirmadas 380 infecções no domingo. A medida impacta cerca de 1,7 milhão de habitantes.

Apesar da notícia, a aversão ao risco não se espalhou. Segundo o BB Investimentos, os investidores tendem a seguir cautelosos e atentos a possíveis novas interrupções da atividade em partes mais relevantes para a economia da China.

Na Zona do Euro, a inflação ao produtor (PPI) recuou de 37,2% para 36,3% no anualizado de maio, marcando a primeira desaceleração desde maio/2020. O número veio abaixo dos 36,8% esperados pelo mercado. Excluindo os preços de energia, o PPI da Zona do euro registrou 16% no comparativo anual de maio.

PEC dos combustíveis

No front interno, os agentes continuam acompanham a tramitação da PEC dos Combustíveis na Câmara, após aprovação no Senado na última semana.

Para o BB, há a expectativa para saber se novos benefícios, com ampliação de gastos, serão adicionados ao texto que já prevê um custo total de R$ 41,25 bilhões.

“Na ausência de clareza para o direcionamento dos ativos externos, esperamos uma sessão com viés de cautela, na expectativa da agenda para a semana, em especial para os temas relacionados ao setor político e fiscal”, comenta.

Siga o Money Times no Linkedin!

Fique bem informado, poste e interaja com o Money times no Linkedin. Além de ficar por dentro das principais notícias, você tem conteúdo exclusivo sobre carreira, participa de enquetes, entende sobre o mercado e como estar à frente no seu trabalho. Mas não é só isso: você abre novas conexões e encontra pessoas que são uma boa adição ao seu network. Não importa sua profissão, siga o Money Times no Linkedin!

Última atualização por Kaype Abreu - 04/07/2022 - 10:12

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender
As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto