Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Ibovespa sobe na semana com avalanche de balanços; dólar avança 1,5%

Gustavo Kahil
27/04/2018 - 17:42
Pão de Açúcar
As ações do Pão de Açúcar disparam após a apresentação dos resultados

O Ibovespa encerrou esta sexta-feira (27) em leve alta de 0,07%, a 86.44 pontos (+ 1% na semana), com os investidores avaliando uma avalanche de resultados de grandes empresas do índice publicados desde o fechamento de ontem. O dólar reage ao melhor ambiente internacional após a reaproximação histórica das Coreias e do PIB americano um pouco melhor do que o esperado. A moeda americana encerrou vendida a R$ 3,46, queda de 0,32% (+1,47% na semana).

Gostou desta notícia? Receba nosso conteúdo gratuito

O líder norte-coreano, Kim Jong-un, e o presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, apertaram as mãos nesta sexta-feira (27), em um gesto inaugural de uma cúpula histórica entre os dois países. Os dois líderes anunciaram que vão transformar o armistício entre os dois países em acordo de paz e afirmaram compromisso a favor da desnuclearização da península coreana.

Nos EUA, as bolsas americanas operam com pequenas variações enquanto os investidores assimilam o resultado do PIB do país no primeiro trimestre de 2018. O número ficou em 2,3%, acima do estimado pelo mercado (2%). A taxa anual vista no trimestre anterior tinha sido de 2,9%. Apesar da desaceleração, é improvável que os dados tenham muito impacto sobre o Fed devido ao impulso esperado nos próximos meses por conta dos cortes de impostos de Trump.

“Dados do PIB norte-americano que divergem da tese de superaquecimento da economia trouxeram ventos favoráveis e chegaram a puxar quase 1% de valorização do índice doméstico no início do pregão. Porém, foi perdendo força e decaindo ainda pela manhã”, ressalta o BB Investimentos.

Cenário corporativo

Merece destaque nesta sessão o anúncio de que a Petrobras (PETR4) pretende criar duas subsidiárias, de refino e logística, para então vender 60% de sua participação acionária em cada uma delas. As ações avançaram 0,35%, negociadas a R$ 22,71. O petróleo tipo Brent teve pequena variação negativa de 0,31%, a US$ 74,51.

A Kroton (KROT3) avançou 3,65%, negociada a R$ 14,20, em reação ao desempenho operacional do 1º trimestre. A empresa captou 3,4% mais alunos do que o mesmo período do ano passado, chegando a 322.776 no período, mas a base total encolheu 1,6%, para 957.914 estudantes. O resultado é reflexo de uma baixa de 4% das rematrículas.

A concorrente Estácio (ESTC3), que na véspera recuou forte em reação ao balanço mal recebido pelo mercado, enfrenta um novo dia de perdas e desvalorizou mais 5,11%, a R$ 32,12. O Itaú BBA incluiu as ações em sua carteira Top 5 por entender que o mercado pode estar precificando um cenário muito conservador quanto à recorrência na redução de custos e à taxa de evasão da empresa.

Resultados: em alta

A temporada de balanços do primeiro trimestre continua movimentada. O lucro líquido do Pão de Açúcar (PCAR4) cresceu 24,3% no primeiro trimestre de 2018 e chegou a R$ 150 milhões. Os números foram influenciados positivamente pelo expressivo crescimento do Assaí. O Ebitda ficou em R$ 503 milhões, queda de 1,4%. As ações dispararam 3,95%, para R$ 79.

Na quinta-feira à noite, destaque para o lucro de R$ 813 milhões da Suzano (SUZB3), um crescimento de 80,6% na comparação com o trimestre anterior. O Credit Suisse elevou o preço-alvo para as ações da Suzano de R$ 34 para R$ 46. As ações encerraram em alta de 0,63%, a R$ 40,25.

Hypera Pharma (HYPE3), ex-Hypermarcas, anotou um lucro líquido de R$ 299,8 milhões no primeiro trimestre de 2018, um crescimento de 76,9% em comparação com o mesmo período do ano passado. Apesar de bom, o balanço pode ter o seu efeito prático no mercado ofuscado pelos recentes obstáculos enfrentados pela companhia em sua governança corporativa. Os papéis sobem 0,51%, a R$ 31,64.

Resultados: em baixa

Embraer (EMBR3) apresentou um prejuízo líquido de R$ 40 milhões no 1º trimestre de 2018, o que foi visto como um resultado fraco pelo mercado, que continua de olho na fusão com a Boeing. Um ano antes, a fabricante de aviões tinha alcançado um lucro líquido de R$ 168,5 milhões. Os ativos caíram 2,59%, a R$ 22,58.

O lucro líquido da Localiza (RENT3) saltou 46,3% e alcançou R$ 176 milhões no primeiro trimestre de 2018. A receita líquida consolidada apresentou crescimento de 36,1% quando comparada ao primeiro trimestre de 2017 e alcançou R$ 1,822 bilhão. Os papéis caíram 4,78%, a R$ 28,10.

Leia mais sobre:

Última atualização por Gustavo Kahil - 27/04/2018 - 20:21

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto
Pela Web