Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Ibovespa se aproxima dos 100 mil pontos com EUA e cena corporativa em foco

20/10/2020 - 12:05
Ibovespa Mercados Ações
Veja os destaques que estão mexendo com a bolsa (Imagem: Reuters/Amanda Perobelli)

O Ibovespa voltava a flertar com os 100 mil pontos nesta terça-feira, marcada por noticiário corporativo local forte e ganhos em Wall Street diante de esperanças de um acordo para novos estímulos fiscais nos Estados Unidos antes da eleição presidencial em novembro.

Às 12h03, o Ibovespa subia 1,31%, a 99.945,53 pontos. O volume financeiro somava 7 bilhões de reais.

Em Nova York, o S&P 500 avançava 0,73%, com investidores no aguardo de nova reunião entre a presidente da Câmara dos Deputados dos Estados Unidos, Nancy Pelosi, e o secretário do Tesouro, Steve Mnuchin, após conversa na véspera em que “continuaram a reduzir suas diferenças”.

O presidente Donald Trump pressionou nesta terça-feira por um pacote abrangente de alívio em resposta à Covid-19, dizendo que aceitaria um acordo de mais de 2,2 trilhões de dólares apesar da oposição a grandes gastos por parte de seus colegas republicanos no Senado do país.

“A falta do fechamento do novo pacote de ajuda governamental nos EUA já reflete em um enfraquecimento da economia, além de aprofundar as dificuldades dos desempregados e das empresas”, observou o BTG Pactual, observando que o mercado financeiro acredita que haverá um acordo antes das eleições.

Destaques

Bradesco (BBDC4) avançava 5,09%, em sessão bastante positiva para bancos no Ibovespa, com Itaú Unibanco (ITUB4) valorizando-se 4,24%, em meio a expectativas para resultados, com Santander Brasil (SANB11) abrindo a safra do setor no índice no próximo dia 27. Além disso, alguns agentes veem os papéis com valuation atrativo.

Em relatório enviado no final do domingo, o Credit Suisse afirmou que espera um cenário mais benigno em relação às provisões, mas que a margem financeira (NII) continuará pressionada.

CSN (CSNA3) subia 1,98%, tendo de pano de fundo pedido de registro de um aguardado IPO da unidade de minério de ferro, que poder ser uma das maiores feitas por empresas brasileiras em 2020 se for levado adiante.

Embraer (EMBR3) tinha elevação de 0,47%, após divulgar entregas de 28 jatos no terceiro trimestre, que terminou com uma carteira de pedidos firmes a entregar de 15,1 bilhões de dólares.

Analistas do Bradesco BBI avaliaram que os dados foram fracos, mas em linha com a sua visão de que a pandemia Covid-19 afetou severamente o setor aéreo global e que os clientes da Embraer podem continuar a adiar recebimentos de aeronaves previamente programados para 2020 e 2021.

Vale (VALE3) perdia 0,4%, tendo no radar que a produção de minério de ferro da mineradora atingiu 88,7 milhões de toneladas no terceiro trimestre de 2020, aumento de 2,3% na comparação com o mesmo período do ano passado, enquanto as vendas de minério de ferro atingiram 65,77 milhões de toneladas, queda de 11,2% na comparação com o terceiro trimestre de 2019.

Petrobras (PETR3) (PETR4) subiam 1,13% e 1,23%, respectivamente, apesar da queda dos preços do petróleo no exterior, com agentes financeiros na expectativa de dados de produção da companhia aguardados para após o fechamento do mercado nesta terça-feira.

CVC (CVCB3) tinha acréscimo de 0,19%, após reportar prejuízo líquido de 252,1 milhões de reais no segundo trimestre, revertendo lucro pro forma de 98,5 milhões de um ano antes. A operadora de turismo atrasou a divulgação de seu números após encontrar distorções contábeis.

A companhia espera apresentar em 16 de novembro os números do terceiro trimestre, que, segundo ela, já apresenta significativos e consistentes sinais de retomada de seus negócios.

Smiles (SMLS3) que não está no Ibovespa, subia 1,54%, após notícia de que acionistas da empresa iniciaram processo arbitral contra a Gol por operações de adiantamento de recursos durante a pandemia de Covid-19.

A Gol vendeu passagens para a sua controlada Smiles de forma antecipada, como uma forma de levantar recursos para enfrentar a crise causada pelo novo coronavírus.

De acordo com o Valor Econômico, os acionistas da Smiles levaram para a arbitragem um pedido de anulação dessas operações, com a devolução dos valores envolvidos, cerca de 1,6 bilhão de reais, para o caixa da empresa de milhagens. Gol (GOLL4) subia 0,2%.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Vitória Fernandes - 20/10/2020 - 12:08