Sobe-e-desce da Bolsa

Altas e baixas do Ibovespa: Prio (PRIO3) derrapa junto com Petrobras (PETR3); veja os destaques

22 nov 2023, 13:37 - atualizado em 22 nov 2023, 13:37
Petrobras
Petrobras tem dia de desvalorização, junto com Prio e 3R Petroleum (Imagem: REUTERS/Amanda Perobelli)

Ibovespa (IBOV) avança nesta quarta-feira (22), com os juros dos Estados Unidos e do Brasil no radar. Por volta de 13h30, o principal índice da Bolsa brasileira subia 0,62%, aos 126.399 pontos.

No mesmo horário, Marfrig (MRFG3) disparava 6,29% após anunciar na véspera um plano de recompra de até 31 milhões de ações, montante equivalente a 9,30% dos papéis da companhia em circulação no mercado.

O dia também era positivo para as aéreas, com Gol (GOLL4) e Azul (AZUL4) com ganhos de 4,63% e 4,51%, respectivamente.

  • Como o novo presidente da Argentina, Javier Milei, pode fazer o Bitcoin decolar? Saiba como aproveitar essa oportunidade no Giro do Mercado desta quarta-feira (22), é só clicar aqui: 

Petrobras e seus pares caem

Bradespar (BRAP4), que foi destaque positivo no último pregão e encerrou em ganhos de 2,51%, hoje devolve os ganhos e lidera as baixas, despencando 2,75%. A ação lidera as baixas junto com as petroleiras.

Prio (PRIO3) perdia 2,73%, após comunicar que Aventti Strategic Partners passou a deter 36.553.398 ações ordinárias do seu capital social, o que representa 4,12%.

Petrobras (PETR3;PETR4) acompanhava o dia negativo e perdia 2,26% e 1,99%, respectivamente, assim como 3R Petroleum (RRRP3), que desvalorizava 1,28%. O dia também era de queda para o Brent, que recuava mais de 4%.

Apesar do minério de ferro mais negociado para janeiro na Dalian Commodity Exchange (DCE) da China ter encerrado o dia com alta de 1,53%, a 993,5 iuanes (137,77 dólares) a tonelada, as mineradoras operavam de forma mista.

Vale (VALE3) recuava 1,72% após anunciar que foi bem-sucedido o teste de processamento para a primeira fase do projeto Salobo III. CSN (CSNA3) ganhava 0,32%, enquanto CSN Mineração (CMIN3) perdia 2,13%.

Estagiária
Graduanda em jornalismo pela Universidade Estácio de Sá. Tem experiência cobrindo mercados, ações, investimentos, finanças, negócios, empreendedorismo, franquias, cultura e entretenimento. Ingressou no Money Times em 2021.
Linkedin
Graduanda em jornalismo pela Universidade Estácio de Sá. Tem experiência cobrindo mercados, ações, investimentos, finanças, negócios, empreendedorismo, franquias, cultura e entretenimento. Ingressou no Money Times em 2021.
Linkedin
Giro da Semana

Receba as principais notícias e recomendações de investimento diretamente no seu e-mail. Tudo 100% gratuito. Inscreva-se no botão abaixo:

*Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.