Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Ibovespa recua em meio a intenso noticiário corporativo

12/08/2021 - 10:10
Ibovespa
O volume financeiro somava 5 bilhões de reais (Imagem: REUTERS/Amanda Perobelli)

O Ibovespa (IBOV) recuava nesta quinta-feira, em meio a uma enxurrada de balanços corporativos, com Ultrapar desabando cerca de 10% após resultado abaixo do esperado no segundo trimestre, enquanto Americanas (AMER3) era destaque positivo após aquisição do Natural da Terra.

Às 10:53, o Ibovespa caía 0,78 %, a 121.107,95 pontos. O volume financeiro somava 5 bilhões de reais.

Apesar da recepção negativa para alguns balanços nesta sessão, a equipe da XP Investimentos avalia os resultados do segundo trimestre como sólidos até agora, com 69% das empresas reportando lucro operacional (Ebitda) em linha ou acima das suas expectativas.

“A revisão (nas projeções) de lucros segue forte após temporada do segundo trimestre”, afirmou a equipe comandada por Fernando Ferreira em comentário a clientes.

No exterior, Wall Street mostrava certa fraqueza, com investidores ponderando dados que mostraram recuperação contínua do mercado de trabalho contra um salto nos preços ao produtor, antes da divulgação de balanços de grandes empresas, incluindo a Walt Disney.

Destaques

Ultrapar (UGPA3) desabava 10,1% após balanço do segundo trimestre lucro líquido ajustado de 290 milhões de reais. Incluindo efeito de uma baixa contábil realizada na rede de farmácias Extrafarma, o resultado ficou negativo em 18 milhões de reais.

Minerva (BEEF3) perdia 7,2%, após disparar no final do pregão da quarta-feira com ruídos sobre eventual fechamento de capital da companhia. Em esclarecimentos ao mercado, a maior exportadora de carne bovina da América do Sul disse que não pretende fechar o seu capital.

Via Varejo (VVAR3) recuava 6,6%, mesmo após dobrar o lucro no segundo trimestre, enquanto o resultado operacional medido pelo Ebitda ajustado caiu 12,6%, a 485 milhões de reais, abaixo das previsões de analistas, com a margem encolhendo 4,4 pontos percentuais, para 6,2%.

Qualicorp (QUAL3) caía 5,9%, ampliando as perdas da véspera, quando desabou 15,6%, com o noticiário nesta sessão trazendo anúncio de aquisiçao pela companhia do Grupo Elo por 129,5 milhões de reais, além de acordos comerciais com a Seguros Unimed e a Central Nacional Unimed (CNU).

Hapvida (HAPV3)  valorizava-se 2,7%, apesar da queda do lucro no segundo trimestre, ainda afetado pela dinâmica da pandemia de Covid-19. Analistas destacaram positivamente melhor resultado financeiro e custos médicos mais controlados do que pares, entre outros elementos.

Americanas (AMER3)  subia 2% após acordo para comprar a rede de hortifruti Natural da Terra por 2,1 bilhões de reais. A companhia também divulga balanço do segundo trimestre após o fechamento. A média das projeções compiladas pela Refinitiv aponta Ebitda de 219,35 milhões de reais.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por André Luiz - 12/08/2021 - 11:11

Cotações Crypto
Pela Web