BusinessTimes

Ibovespa vai a 125 mil pontos ainda em 2020 no cenário otimista, estima Santander

13 jul 2020, 16:52 - atualizado em 13 jul 2020, 16:52
Ibovespa
A projeção atualizada do cenário-base é de 110 mil pontos ao fim do ano, o que implica uma contração anual de 30% em seu lucro por ação (LPA) em 2020, seguida de uma recuperação de 40% em 2021 (Imagem: REUTERS/Rahel Patrasso)

Assumindo um cenário de menor contração nos lucros e uma taxa de juros de longo prazo mais baixa, a visão mais otimista do Santander (SANB11) para a economia brasileira tem o Ibovespa a 125 mil pontos ainda em 2020. Já a perspectiva mais pessimista do banco tem o índice a 72 mil pontos.

A projeção atualizada do cenário-base é de 110 mil pontos ao fim do ano, o que implica uma contração anual de 30% em seu lucro por ação (LPA) em 2020, seguida de uma recuperação de 40% em 2021.

“Em nossa opinião, as políticas adotadas durante a crise preservarão, de alguma forma, muitos empregos e empresas, e o Brasil verá uma recuperação da produtividade e uma agenda fiscalmente responsável no pós-crise”, explica o Santander.

O time de analistas defende que o pacote de gastos fiscais para lidar com a crise atual atingirá R$ 505 bilhões (7% do PIB), valor “substancialmente maior do que outras economias emergentes”. A projeção para o déficit primário do setor público é de R$ 845 bilhões (12,2% do PIB).

Editora-assistente
Formada em Jornalismo pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Atua como editora-assistente do Money Times há pouco mais de três anos cobrindo ações, finanças e investimentos. Antes do Money Times, era colaboradora na revista de Arquitetura, Urbanismo, Construção e Design de interiores Casa & Mercado.
Linkedin
Formada em Jornalismo pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Atua como editora-assistente do Money Times há pouco mais de três anos cobrindo ações, finanças e investimentos. Antes do Money Times, era colaboradora na revista de Arquitetura, Urbanismo, Construção e Design de interiores Casa & Mercado.
Linkedin