Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Impulsionadas pela Black Friday, vendas no varejo crescem 5,2% em novembro, aponta ICVA

16/12/2019 - 10:14
Shopping Varejo
“A Black Friday foi essencial para o resultado de novembro, mesmo já tendo sido forte no ano passado”, disse Gabriel Mariotto, diretor de Inteligência da Cielo (Imagem: Gustavo Kahil/Money Times)

As vendas no varejo, descontada a inflação, aumentaram 5,2% em novembro em comparação ao mês anterior, de acordo com o Índice Cielo do Varejo Ampliado (ICVA). Em termos nominais, que espelham a receita de vendas observadas pelo varejista, o indicador registrou crescimento de 7,6%.

De acordo com a Cielo (CIEL3), efeitos de calendário beneficiaram o resultado, uma vez que novembro apresentou um sábado – dia de forte comércio – a mais e uma quinta-feira – dia de menor movimentação – a menos.

Descontados esses efeitos, o ICVA ainda apresentou aceleração ante outubro.

“A Black Friday foi essencial para o resultado de novembro, mesmo já tendo sido forte no ano passado”, complementou Gabriel Mariotto, diretor de Inteligência da Cielo. “Destaco o desempenho das lojas físicas: muitas aderiram à onda, que, aqui no Brasil, começou nas lojas online”.

A inflação no varejo ampliado foi de 2,3%.

Setores

Descontada a inflação e com ajuste de calendário, os setores de Serviços, Bens Não Duráveis e Bens Duráveis e Semiduráveis apresentaram alta, com destaque para, respectivamente, as subcategorias de Serviços Automotivos, Supermercados e Hipermercados e Móveis, Eletro e Departamento.

Regiões

As regiões Sudeste, Nordeste e Norte tiveram crescimento na passagem mensal, enquanto Centro-Oeste e Sul registraram desaceleração nas vendas, de acordo com o ICVA deflacionado e com ajuste de calendário.

Norte apresentou alta de 8%, seguido por Nordeste e Sul, que registraram crescimento de 6,3% e 5,7%, respectivamente.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Diana Cheng - 16/12/2019 - 10:14