Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Inco cresce cinco vezes na pandemia e já acumula R$ 40 milhões em investimentos imobiliários

26/11/2020 - 17:24
A empresa, que conecta investidores e construtoras, aceita investimentos com valor inicial de R$ 1 mil (Imagem: Instagram/Inco)

A Inco, fintech do mercado imobiliário, cresceu cinco vezes durante a pandemia e já acumula R$ 40 milhões em investimentos desde o seu nascimento, em 2018.

A empresa, que conecta investidores e construtoras, aceita investimentos com valor inicial de R$ 1 mil, que serão destinados a construção dos empreendimentos, e conta com retornos de aproximadamente 15% ao ano para os participantes.

Para essa operação, a empresa segue quatro passos, que vão desde selecionar criteriosamente os projetos nos quais vão investir e abrir ao público, realizar de fato a oferta ao mercado, o acompanhamento do projeto e a finalização do investimento, com o projeto entregue.

(Imagem: Site/Inco)

A fintech, que foi acelerada no início de 2020 pelo C6 Bank, está com 36 projetos ativos e bateu recordes no segmento ao alcançar R$ 1 milhão, em 3 minutos, em uma rodada de crowdfunding. “Queremos transformar o segmento e empoderar pessoas para que possam investir melhor e de forma acessível, sem que estejam atrelados à burocracia de instituições financeiras”, pontua o fundador Daniel Miari.

Pensando em perda de valor e riscos do investimento, a empresa afirmou que o modelo de negócio não monetiza sobre os investidores. A startup fatura com uma margem de 4% a 5% do que foi captado em cada crowdfunding. De acordo com eles, o investidor não fica atrelado à obra, pois o risco operacional é da empresa, que se organiza para pagá-lo.

Para saber mais sobre os investimentos, acesse o site da companhia.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Vitória Fernandes - 26/11/2020 - 17:24

Pela Web