Índia interrompe proposta de reduzir tarifas de importação de óleos vegetais

17/06/2021 - 8:41
Oleo Vegetal índia
A maior importadora de óleos vegetais do mundo estava considerando reduzir as tarifas após os preços domésticos dos óleos de soja e palma mais do que dobrarem no ano passado (Imagem: REUTERS/Rupak De Chowdhuri)

A Índia decidiu segurar uma proposta de redução das tarifas de importação de óleos vegetais, uma vez que os preços de óleos de cozinha nos mercados globais começaram a cair após atingirem máximas recordes, disseram à Reuters duas autoridades governamentais e um membro da indústria local.

A maior importadora de óleos vegetais do mundo estava considerando reduzir as tarifas após os preços domésticos dos óleos de soja e palma mais do que dobrarem no ano passado, prejudicando consumidores já afetados pelos valores recordes de combustíveis e pela redução da renda em meio à pandemia de Covid-19.

“Não vamos reduzir as tarifas de importação agora, uma solução de prazo mais longo precisa ser encontrada. Reduzir tarifas não é uma solução sustentável”, disse uma autoridade governamental com conhecimento do assunto, que pediu para não ser identificada.

Uma segunda autoridade, que também solicitou anonimato, afirmou que a decisão de manter a estrutura tarifária inalterada foi tomada porque os preços começaram a cair nos mercados externos, também empurrando para baixo as cotações domésticas.

“A ideia é acompanhar de perto os preços internacionais e as ofertas globais, e se a situação piorar, vamos retomar a proposta de redução da tarifa para proteger os interesses tanto dos consumidores quanto dos produtores”, disse a autoridade.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado agro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Rafael Borges - 17/06/2021 - 8:41

Pela Web