Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Índia pede à Opep+ que aumente oferta para conter alta nos preços do petróleo

17/02/2021 - 12:19
A Índia, terceira maior consumidora e importadora de petróleo do mundo, atende mais de 84% de sua demanda por meio de importações (Imagem: Reuters/Brendan McDermid)

A Índia pediu que a Opep e produtores aliados diminuam cortes de oferta de petróleo, uma vez que a alta dos preços da commodity tem impactado a demanda por combustível no país, terceira maior economia da Ásia, pressionando a inflação, disse nesta quarta-feira o ministro indiano do petróleo, Dharmendra Pradhan.

“Os consumidores indianos que são sensíveis a preços são afetados pelo crescente valor dos derivados de petróleo”, disse o ministro, em posicionamento que vem poucos dias antes de um encontro da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e seus aliados para discussão de políticas.

Os preços do petróleo têm sido apoiados nas últimas semanas pelos cortes de oferta do grupo de produtores, conhecido como Opep+, e por esperanças de retomada da demanda com as vacinas contra Covid-19.

Os preços de varejo da gasolina e do diesel na Índia, que têm pesados impostos, tocaram máximas recorde devido ao recente salto nas cotações globais do petróleo.

A Índia, terceira maior consumidora e importadora de petróleo do mundo, atende mais de 84% de sua demanda por meio de importações.

A demanda por gasolina no país, que havia se recuperado para níveis pré-Covid em agosto, caiu nas duas primeiras semanas de fevereiro, enquanto o ritmo de redução na demanda por diesel aumentou para uma máxima de seis meses, segundo dados preliminares de vendas do setor.

Além do impacto sobre a demanda por combustíveis, os maiores preços do petróleo poderiam potencialmente afetar o crescimento econômico em países em desenvolvimento incluindo a Índia, disse o ministro do país.

“Os preços do petróleo em alta nas últimas semanas têm prejudicado a frágil retomada da economia global, devido à significativa contração na demanda, que pode até refletir o impacto da Covid-19 em seus primeiros estágios.”

Pradhan disse que a Índia tem conseguido conter a pressão inflacionária em diversas frentes, “mas não naquelas impactadas pelos preços do petróleo”.

No mês passado, a Índia já havia culpado cortes voluntários de produção de petróleo da Arábia Saudita pelo aumento nos preços.

O ministro indiano disse que a recuperação da demanda deveria ser priorizada ante os preços ao menos nos próximos meses. “Estou apelando por uma diminuição nos cortes de produção dos principais países exportadores”, afirmou ele.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Rafael Borges - 17/02/2021 - 12:19