Giro de Indicadores

Ibovespa (IBOV) esfria e Braskem (BRKM5) cai 8%; veja os indicadores desta sexta (01)

01 dez 2023, 12:22 - atualizado em 01 dez 2023, 12:22
Ibovespa, Indicadores
Com o Ibovespa em queda, o foco entre os indicadores se deu aos dados do Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês); confira (Imagem: Getty Images/Canva)

Nesta manhã, a agenda de indicadores acordou com foco aos dados do Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) tanto por aqui, quanto no internacional.

Em Wall Street, os índices abriram em baixa, com impulso dos operadores ansiosos por comentários do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, que podem oferecer pistas sobre a trajetória da taxa de juros do banco central.

Por volta de 12h14, o Ibovespa (IBOV) caia 0,33% a 126.910 mil pontos. Já em Wall Street, S&P 500 caia 0,04%, Dow Jones subia 0,16% e Nasdaq esfriava 0,30%.

O papel da Braskem (BRKM5) lidera o ranking de baixas do Ibovespa nesta manhã, recuando 8,10%, enquanto a Cielo (CIEL3) lidera em altas, com +5,47%.

Giro dos Indicadores: Confira os dados que saíram na manhã desta sexta-feira (01)

Brasil

O Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) da Indústria, apontou uma alta para 49,4 em novembro, ante os 48,6 pontos registrados em outubro, que apesar do aumento, indicou uma taxa de contração mais lenta nesse período.

Já o Índice de Confiança Empresarial (ICE), medido pelo Instituto Brasileiro de Economia (FGV Ibre), caiu 1,1 ponto em novembro, atingindo a faixa de 91,8 pontos, registrando o seu menor nível desde maio de 2022. Em médias móveis trimestrais, houve uma desaceleração de 1,0 ponto no índice.

Além disso, o Índice de Produção Industrial, apurado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apontou variação de 0,1% frente a setembro, na série com ajuste sazonal.

Na comparação anual, o índice registrou alta de 1,2%. Já o acumulado do ano e o de 12 meses ficaram nulos, ou sejam, em 0,0%.

Estados Unidos

O PMI Industrial, registrou queda para 49,4 pontos em novembro, seguindo-se inalterado em relação à estimativa “flash” divulgada anteriormente, mas ficando abaixo dos 50,0 em outubro.

Segundo o relatório, a queda nos números principais sinalizou um declínio renovado na saúde do setor industrial, o que foi o mais forte desde agosto.

Europa

Na Alemanha, o PMI Industrial apontou uma alta de 40,8 em outubro para 42,6 em agosto, que apesar de ficar abaixo da faixa de 50 pontos, foi o quarto aumento mensal no índice.

Já na Zona do Euro, o PMI Industrial registrou alta de 50,2 em julho para 50,6 em agosto, atingindo seu sexto aumento consecutivo.

Por fim, o PMI Industrial do Reino Unido apontou uma alta de 44,8 em outubro para 47,2 em novembro, atingindo seu terceiro mês de alta e para o nível mais alto desde abril.

* Com dados da Reuters

Estagiária
Estudante de jornalismo na Universidade São Judas Tadeu, tem habilidades em edição de imagens e vídeos além da paixão pelo meio de comunicações. Estuda inglês e está em busca da fluência.
Estudante de jornalismo na Universidade São Judas Tadeu, tem habilidades em edição de imagens e vídeos além da paixão pelo meio de comunicações. Estuda inglês e está em busca da fluência.