Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Índice de consumo em bares, restaurantes e padarias cresceu 19,1% em abril

03/07/2022 - 9:00
Bar restaurante comércio coronavírus
Segundo os Índices de Consumo em Restaurantes (ICR), o volume de transações realizadas por estes estabelecimentos registrou alta de 19,1% (Imagem: REUTERS/Amanda Perobelli)

Abril se mostrou um mês bom para o segmento de restaurantes, bares, lanchonetes e padarias.

Segundo os Índices de Consumo em Restaurantes (ICR), o volume de transações realizadas por estes estabelecimentos registrou alta de 19,1% em comparação com abril do ano passado.

A coleta de dados junto aos estabelecimentos pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) em parceria com a Alelo, bandeira especializada em benefícios, incentivos e gestão de despesas corporativas, mostrou também um crescimento de 4,5% em termos de valor gasto, enquanto o número de estabelecimentos que efetivaram pelo menos uma transação permaneceu praticamente estável no período analisado, com uma ligeira queda de 0,1%.

Os dados, que avaliam o desempenho dos segmentos desde o início da pandemia e levam em consideram a inflação no período mostram, em termos reais, que os supermercados continuam a apresentar resultados negativos, com destaque para a queda de 15,3% no faturamento no mês de abril.

“Pelo terceiro mês consecutivo notamos um aumento na quantidade de vendas dos restaurantes, bares, padarias e lanchonetes. Mesmo que esses números ainda estejam distantes do cenário observado antes da pandemia, mostra uma recuperação importante para o setor, com o faturamento também apresentando resultados otimistas”, destaca o presidente da Alelo, Cesário Nakamura.

Além da queda no valor gasto, os Índices de Consumo em Supermercados (ICS) revelam que o segmento encerrou o mês de abril com quedas de 2,1%, no número de estabelecimentos que efetivaram pelo menos uma transação, e de 15,1%, na quantidade de transações realizadas, em comparação com abril de 2021.

Panorama pré-pandemia

Quando analisadas as variações calculadas comparando 2022 com 2019, período pré-pandemia, os resultados do ICR de abril apuraram queda no consumo nos restaurantes, com retração de 32,6% no faturamento e de 44,0% na quantidade de vendas.

No número de estabelecimentos que realizaram ao menos uma transação, o recuo foi de 8,3%.

Restaurantes
É possível argumentar que as divergências na evolução de consumo dos segmentos possam repercutir em mudanças nos hábitos e comportamento dos consumidores (Imagem: PIxabay)

Segundo a Fipe e a Alelo, ao analisar o comportamento de consumo em supermercados, de acordo com o ICS, “observamos ligeiro avanço no faturamento, de 0,9%, e aumento de 8,4% no número de estabelecimentos que registraram ao menos uma transação, enquanto houve queda de 7% na quantidade de vendas.

De acordo com os pesquisadores da Fipe, a leitura dos resultados dos indicadores de consumo de abril de 2022 reforça o contraste entre o desempenho dos dois segmentos nos últimos 12 meses porque, no caso de supermercados, embora equiparável ao nível de consumo pré-pandemia, é nítida uma retração relevante do consumo em todas as aberturas.

“É possível argumentar que as divergências na evolução de consumo dos segmentos possam repercutir em mudanças nos hábitos e comportamento dos consumidores, incluindo a migração dos gastos e uma maior disposição em gastos com serviços, incluindo bares e restaurantes”, avaliam os técnicos da Fipe e da Alelo.

Entre para o nosso Telegram!

Faça parte do grupo do Money Times no Telegram. Você acessa as notícias em tempo real e ainda pode participar de discussões relacionadas aos principais temas do Brasil e mundo. Entre agora para o nosso grupo no Telegram!

Última atualização por André Luiz - 01/07/2022 - 17:12

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto