BusinessTimes

Infracommerce (IFCM3) reajusta parcelas em aquisições

16 set 2022, 10:24 - atualizado em 16 set 2022, 19:40
Infracommerce
Parcelas passam a vencer entre 2023 e 2027. (Imagem: Divulgação/Infracommerce)

A Infracommerce (IFCM3) anunciou nesta sexta-feira (16) um reajuste nas parcelas de determinadas operações de fusões & aquisições (M&As) realizadas pela empresa entre 2020 e 2021.

A companhia alongou o prazo de parte das parcelas de M&As que venceriam no segundo semestre deste ano. Agora, as parcelas passam a vencer entre 2023 e 2027.

O valor a ser pago pela Infracommerce no segundo semestre deste ano caiu de R$ 295,5 milhões para aproximadamente R$ 60 milhões, disse a companhia.

Em comunicado, a empresa pontua que a nova combinação envolve, inclusive, a participação de alguns vendedores acionistas no recente aumento de capital da companhia.

Segundo a Infracommerce, o novo valor a ser desembolsado no segundo semestre considera, além do alongamento do prazo, os ajustes de preço dos M&As e os recursos reinvestidos na empresa pelos vendedores acionistas no contexto de aumento de capital.

De acordo com a companhia, a participação desses vendedores acionistas demonstra a confiança deles sobre a performance da Infracommerce e o interesse na valorização de longo prazo da empresa.

Veja o documento:

Siga o Money Times no Instagram!

Conecte-se com o mercado e tenha acesso a conteúdos exclusivos sobre as notícias que enriquecem seu dia! Sete dias por semana e nas 24 horas do dia, você terá acesso aos assuntos mais importantes e comentados do momento. E ainda melhor, um conteúdo multimídia com imagens, vídeos e muita interatividade, como: o resumo das principais notícias do dia no Minuto Money Times, o Money Times Responde, em que nossos jornalistas tiram dúvidas sobre investimentos e tendências do mercado, lives e muito mais… Clique aqui e siga agora nosso perfil!

Repórter
Graduanda em jornalismo pela Universidade Estácio de Sá. Tem experiência cobrindo mercados, ações, investimentos, finanças, negócios, empreendedorismo, franquias, cultura e entretenimento. Ingressou no Money Times em 2021.
Linkedin
Graduanda em jornalismo pela Universidade Estácio de Sá. Tem experiência cobrindo mercados, ações, investimentos, finanças, negócios, empreendedorismo, franquias, cultura e entretenimento. Ingressou no Money Times em 2021.
Linkedin