Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Inter (BIDI11): Papéis despencaram mais de 50% no ano; saiba se a hora de comprar é agora

Diana Cheng
28/05/2022 - 16:01
Inter BIDI11 Imóveis
O BofA reduziu as projeções do Inter para refletir um ambiente operacional mais desafiador, evidenciado nos resultados do primeiro trimestre (Imagem: Divulgação/Banco Inter)

As units do Inter (BIDI11) acumulam em 2022 uma desvalorização de mais de 50%. A queda segue o movimento dos setores de consumo e tecnologia, mais suscetíveis a pressões dentro do cenário macroeconômico atual de inflação e juros altos.

Os papéis do Inter são negociados a R$ 13,10, longe do patamar de aproximadamente R$ 28 no início do ano.

Instituições continuam revisando para baixo suas estimativas para o nome. É o caso do Bank of America (BofA), que cortou o preço-alvo das units de R$ 36 para R$ 17, o que ainda implica um potencial de valorização de quase 30%.

O banco norte-americano reduziu as projeções para refletir um ambiente operacional mais desafiador, evidenciado nos resultados do primeiro trimestre.

“Esperamos encargos de provisão mais altos e menor ritmo de crescimento de empréstimos do que antes, dada a recente deterioração da qualidade de ativos e um cenário macro fraco, parcialmente compensados pela reprecificação do portfólio”, comenta o BofA.

Levando esses fatores em conta, os analistas da instituição reduziram as estimativas de lucro líquido para 2022 em 40%, a R$ 160 milhões. Ainda assim, o corte implica uma expansão de 150% nos números em relação a 2021, suportada por uma sólida base de crescimento de clientes e alavancagem operacional.

Foco nos próximos anos

O curto prazo é desafiador para o Inter, mas as perspectivas futuras para as operações da empresa anos animam.

Na avaliação do BofA, o Inter, como líder no segmento de plataformas digitais no Brasil, está bem posicionado para entregar forte crescimento de lucros nos próximos anos.

É o suficiente para a instituição manter a recomendação de compra dos papéis.

“O Inter possui pilares sólidos (empréstimo de varejo, histórico de crédito e oferta diversifica de produtos) para suportar taxas de ativação maiores assim que a qualidade de ativos voltar à normalidade”, acrescenta.

O BofA também acredita que a listagem na Nasdaq é positiva e deve fortalecer a posição do Inter como uma companhia de tecnologia global.

Assumindo um LTV (valor de tempo de vida do usuário) de US$ 150 por cliente, o BofA vê os preços dos papéis do Inter refletindo uma base de 16 milhões de clientes, abaixo do volume da base atual, de 18,6 milhões.

Entre para o nosso Telegram!

Faça parte do grupo do Money Times no Telegram. Você acessa as notícias em tempo real e ainda pode participar de discussões relacionadas aos principais temas do Brasil e mundo. Entre agora para o nosso grupo no Telegram!

Disclaimer

Money Times publica matérias informativas, de caráter jornalístico. Essa publicação não constitui uma recomendação de investimento.

Última atualização por Diana Cheng - 28/05/2022 - 16:03

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender
As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto