Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Investcorp aposta em apartamento com jardim em subúrbios nos EUA

26/01/2021 - 19:41
Imóveis, Sustentabilidade
Os ativos multifamiliares estão cativando o interesse dos investidores durante a pandemia, que tornou os imóveis residenciais mais atraentes (Imagem: Unsplash/@ripato)

A Investcorp está comprando cinco condomínios de apartamentos com jardins por US$ 330 milhões, já que os ativos multifamiliares estão cativando o interesse dos investidores durante a pandemia, que tornou os imóveis residenciais mais atraentes do que escritórios, hotéis e shoppings.

As propriedades incluem mais de 1.800 unidades nos subúrbios de Atlanta, Baltimore e Jacksonville, Flórida, e são voltadas para locatários de renda média, de acordo com uma pessoa familiarizada com o assunto que pediu para não ser identificada porque as transações são privadas.

Um representante da Investcorp não quis comentar.

A Investcorp, que administra US$ 33 bilhões, estreitou sua estratégia imobiliária em 2014 para se concentrar em propriedades multifamiliares e industriais. Essa mudança funcionou bem em uma pandemia que teve um impacto desproporcional no varejo e no setor imobiliário.

Os investidores estão concentrando suas apostas na demanda de trabalhadores de classe média que não podem pagar uma entrada para uma casa, no chamado Sunbelt, Cinturão do Sol – faixa mais ao sul dos EUA.

Proprietários de apartamentos arrecadaram 88,6% do aluguel deste mês – dados até 20 de janeiro -, uma queda de 2,5 pontos percentuais em relação ao ano anterior, de acordo com o Conselho Nacional de Habitação Multifamiliar.

Os mercados nos subúrbios têm se saído melhor, estimulando capital institucional a buscar oportunidades em aluguéis unifamiliares e apartamentos com jardim.

A Investcorp é vendedora e também compradora. Em novembro, a companhia anunciou que vendeu oito portfólios de apartamentos, espalhados pelo Arizona, Califórnia, Flórida e Nova York, por mais de US$ 900 milhões.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Diana Cheng - 26/01/2021 - 19:41