Investidor britânico Alan Howard é o quarto maior acionista da gestora cripto CoinShares

19/03/2021 - 13:49
Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento
Este mês, a CoinShares passou a ser negociada em bolsa (ticker: $CS) e um dos maiores gestores de hedge do mundo é um de seus principais acionistas (Imagem: CoinShares)

Registros recentes revelam que o financista britânico Alan Howard, cofundador do fundo de hedge Brevan Howard, possui uma participação significativa na CoinShares, a maior gestora de criptoativos da Europa.

Recentemente, a CoinShares abriu seu capital por meio de uma listagem com altíssima demanda no Nasdaq First North Growth Market, na Suécia. As ações da CoinShares International Limited começaram a ser negociadas no dia 11 de março.

O site da CoinShares mostra que AH (St. Helier) Limited — uma empresa pertencente a Howard na ilha de Jersey — possui 5.484.580 ações, ou 8,24% do capital social emitido pela CoinShares International Limited.

A proposta de oferta inicial pública (IPO) da CoinShares mostra que a empresa possuía essa participação antes da IPO, apesar de não se saber exatamente quando esse investimento foi realizado.

A participação torna a AH (St. Helier) Limited na quarta maior acionista da CoinShares, atrás apenas do diretor executivo Daniel Masters, do CEO Jean-Marie Mognetti e do cofundador Russell Newton.

Dados fornecidos pela Nasdaq para a negociação de ações da CoinShares apresenta uma capitalização de mercado de 6,4 bilhões de coroas suecas (aproximadamente US$ 750 milhões), sugerindo que a participação de Howard na empresa de gestão de criptoativos é, neste momento, equivalente a US$ 61,5 milhões.

Fundada em 2015, CoinShares gerencia inúmeros produtos negociados em bolsa (ETPs) que fornecem exposição a criptomoedas para seus investidores, incluindo bitcoin (BTC) e ether (ETH). Segundo seu site, a empresa possui US$ 4,64 bilhões em ativos sob gestão.

Howard, que deixou de ser CEO da Brevan Howard em novembro de 2019, investiu bastante em infraestruturas financeiras com foco em cripto nos últimos anos.

Ele é dono da Elwood Asset Management, empresa de investimentos focada em cripto e blockchain, fundada em 2018. Mais recentemente, Howard liderou e participou de diversos acordos de capital de risco para startups no setor cripto.

Apenas em março, ele esteve envolvido em arrecadações de capital de US$ 25 milhões e US$ 30 milhões para a custodiante cripto Komainu e a “neobroker” Nextmarkets, respectivamente.

Komainu foi criada como um empreendimento conjunto entre a CoinShares, o banco japonês de investimentos Nomura e a empresa de segurança em cripto Ledger.

Howard também esteve conectado ao fundo de hedge One River Asset Management que, segundo a Bloomberg, possui investimentos em bitcoin e ether equivalentes a US$ 1 bilhão.

Brevan Howard, a empresa fundada por Howard em 2002, já foi um dos maiores fundos macro de hedge do mundo — com cerca de US$ 40 bilhões de ativos sob gestão em 2013.

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
theblockcrypto.com © 2020 - The Block Crypto, Inc. All rights reserved. Todos os direitos reservados.

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 29/03/2021 - 15:44

Cotações Crypto
Pela Web