Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Itaú, Bradesco, Santander e BB: como se saíram os bancos no terceiro trimestre?

08/11/2020 - 11:40
ITUB4 Itaú Unibanco
O Itaú teve o maior lucro, com R$ 4,49 bilhões, seguido pelo Bradesco com R$ 4,19 bilhões (Imagem: Reuters/Sergio Moraes)

A safra de resultados das empresas entra em suas últimas semanas, com todos os quatro bancos já tendo divulgado os seus balanços.

No terceiro trimestre, a expectativa sobre o setor era grande. Com a retomada da economia, os investidores apostavam as fichas nos bancos, que vinham bastaste fragilizados da crise do coronavírus.

Para efeito de comparação, o valor de mercado das quatro maiores instituições do país retornou aos patamares de 2018: em 5 de novembro, era de R$ 625,2 bilhões.

Mas afinal, a expectativa de crescimento se confirmou? Segundo dados da Economática, em parte sim: o lucro líquido do Itaú (ITUB4), Bradesco (BBDC4), Santander (SAMB11) e Banco do Brasil (BBSA3), teve o melhor resultado trimestral de 2020, com R$ 15,5 bilhões, mas caiu 19,2% em relação ao ano passado.

O Itaú ficou com o maior lucro, com R$ 4,49 bilhões, seguido pelo Bradesco, com R$ 4,19 bilhões, Santander, com R$ 3,81 bilhões e Banco do Brasil, com R$ 3,08 bilhões.

Já o ROE (retorno sobre o patrimônio líquido), outro indicador importante, foi de 13,58%, o quarto pior número dos últimos 12 trimestres. No ano passado, esse valor ficou em 18,51%.

Individualmente, o Santander reportou o maior ROE pelo quinto trimestre consecutivo. O melhor momento do banco foi no 4º trimestre de 2019, com 21%.

A queda da rentabilidade do Santander, Bradesco e Banco do Brasil começam a partir de dezembro de 2019, apontam os dados. Já a queda do Itaú se inicia a partir do 1º trimestre de 2019.

Provisionamento de devedores duvidosos (PDD)

O provisionamento era um dos pontos mais aguardados por analistas, que esperavam uma queda no indicador, à medida que a reabertura econômica ocorria.

No terceiro trimestre, o PDD ficou em 20,7 bilhões, valor 21,8% inferior ao do 2º trimestre de 2020. Por outro lado, o número é 35,8% superior ao ano passado.

O Banco do Brasil teve o maior provisionamento de PDD no 3º trimestre de 2020 com R$ 6,71 bilhões, seguido pelo Itaú com R$ 5,44 bilhões, Bradesco com R$ 5,40 bilhões e Santander com R$ 3,13 bilhões.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Renan Dantas - 08/11/2020 - 17:26