Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Itaú já estima dois cortes de 100 pontos-base na Selic

Gustavo Kahil
14/03/2017 - 23:42

O Itaú revisou o ritmo de flexibilização da taxa de juros pelo Banco Central em 2017 e agora espera dois cortes consecutivos de 1 ponto percentual nas reuniões de abril e maio. É uma mudança em relação ao esperado anteriormente de 0,75 p.p.. Depois, em julho e setembro, é aguardado que o Copom reduza 0,75 p.p. e, por fim, um ajuste final de 0,50 p.p. em outubro.

“Temos enfatizado que a autoridade monetária estava aberta à ideia de acelerar o rtimo de flexibilização para além dos 0,75 p.p. atuais, mas ainda precisava se convencer disso. O risco estava mais inclinado para um ritmo mais acelerado do corte de juros, em particular se o cenário externo se mantivesse benigno e os dados domésticos apontassem para um processo desinflacionário mais rápido e intenso”, afirma o economista-chefe, Mário Mesquita.

Segundo ele, o IPCA de fevereiro publicado na última sexta-feira foi o principal motivo para a mudança nas projeções.

“A queda maior do que esperada — e, especialmente, mais difundida — da inflação corrente teve impacto sobre as expectativas de inflação em 2017, que recuaram de 4,36% há uma semana atrás para 4,19% na última divulgação do relatório Focus. Esta dinâmica inflacionária mais benigna deve ter impacto relevante sobre as projeções de inflação do Copom, sugerindo a possibilidade de um corte mais agressivo já na próxima reunião”, explica.

A estimativa de que a Selic termine o ano a 8,25% ao ano em 2017 e 2018 foi reiterada.

Última atualização por - 05/11/2017 - 14:06

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto