Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Itaú: novo CEO assume com missão de digitalizar operações de olho em fintechs, dizem analistas

30/10/2020 - 14:43
Milton Maluhy Filho
Um dos pontos destacados pelos analistas é sua idade, de 44 anos. Maluhy está no bancos desde 2002 e passou por diversas aéreas (Imagem: Itaú-Unibanco)

O maior banco privado do país, o Itaú (ITUB4), anunciou na noite da última quinta-feira o seu novo CEO: Milton Maluhy. O executivo terá pela frente um cenário desafiador, onde as fintechs ameaçam a soberania dos bancões tradicionais.

Um dos pontos destacados pelos analistas é sua idade, de 44 anos. Maluhy está no bancos desde 2002 e passou por diversas aéreas, como Diretor Comercial, Diretor Executivo de Produtos de Atacado e Diretor Presidente do Itaú CorpBanca. Ele se tornou sócio do banco em 2011, aos 35 anos. Pelo estatuto, Maluhy comandará o banco pelos próximos 18 anos.

“Em nossa opinião, ser jovem envia uma mensagem muito importante de continuidade de longo prazo, especialmente porque muitas decisões importantes tomadas hoje levarão tempo para produzir resultados”, afirmam os analistas Eduardo Rosman e Thomas Peredo, do BTG Pactual.

Para a Ágora, Maluhy terá a responsabilidade de tocar o plano de transformação digital para bater de frente com os concorrentes.

“Embora continuemos esperando que o Itaú busque uma mudança de dentro para fora, observamos que, como um sangue novo, Milton pode potencialmente considerar outras estratégias que tendemos a ver como mais eficazes em processos de transformação complexos”, disseram os analistas Victor Schabbel e José Cataldo.

O banco mencionou esse cenário no comunicado, citando que “a digitalização de nossas operações e a busca incansável do crescimento em um contexto competitivo particularmente dinâmico, exigirá de todos a dose certa de ousadia, inovação e experimentalismo” como prioridades.

Os primeiros desafios de Maluhy Filho à frente do Itaú Unibanco serão tentar manter participação de mercado e a rentabilidade da instituição após a entrada em vigor do sistema instantâneo de pagamentos PIX e do open banking, ambas inovações vistas por especialistas do mercado como grandes fontes de pressão sobre as receitas dos bancos com tarifas.

Tanto a Ágora quanto o BTG receberam o nome de Schabbel com bons olhos, destacando o seu preparo e sua experiência.

“Acreditamos que ele será capaz de entregar as reduções de custos e a transformação que o banco necessita, e ele parece estar relativamente aberto para ouvir e aprender”, afirmou o BTG.

Nos próximos três meses Cândido Bracher, atual CEO, e Milton farão um processo de transição, com a posse efetiva de Milton ocorrendo em 2 de fevereiro de 2021. A mudança ocorre porque o Itaú possui cláusula em seu Estatuto Social que limita a idade do CEO a 62 anos.

O anúncio ocorre às vésperas da divulgação do resultado trimestral do Itaú Unibanco, na próxima terça-feira, quando deve atualizar os efeitos da crise da pandemia da Covid-19 sobre os negócios da instituição.

Com Reuters

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Renan Dantas - 30/10/2020 - 14:49