Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Itaú tenta destravar valor em meio a cenário acirrado, e para isso “tempera” a XP

05/11/2020 - 8:54
XP Inc Mercados Ações
XP está mais cautelosa com o andar da carruagem do Itaú, após balanço corporativo e intenção de cisão (Imagem: XP Inc./LinkedIn/Reprodução)

Para além das eleições presidenciais nos Estados Unidos deste ano, o que também está dando o que falar nos mercados é a intenção do Itaú Unibanco (ITUB4) em cindir a maior parte de sua participação de 46% na plataforma de investimento XP Inc. (XP) e vender o restante.

A atrelada à vontade de se desfazer de sua fatia na empresa de Guilherme Benchimol e de ser mais agressivo no campo dos investimentos, o maior banco privado do Brasil também divulgou recentemente o resultado de suas operações durante o terceiro trimestre deste ano.

O Itaú teve lucro líquido recorrente de R$ 5,03 bilhões de julho a setembro, ante 7,16 bilhões um ano antes, o que configura um recuo de 30%. Contudo, acima da estimativa de 4,938 bilhões de reais compilada pela Refinitiv.

Sob o crivo da XP Investimentos, empresa que integra a XP Inc., o balanço corporativo do banco veio em linha com as expectativas do mercado e, especificamente, 10% acima das estimativas da corretora.

“Esperamos que as ações ITUB4 reajam, embora reiteremos nossa recomendação neutra e preço-alvo de R$ 29,0, pois acreditamos que o papel já está precificado de forma justa em um setor com tantos novos participantes”, avalia o analista Marcel Campos, considerando a intenção de venda da participação do Itaú na XP.

Mais otimistas

Itau-unibanco
O BTG avalia que um Itaú sem a fatia na XP negocia a um desconto de 7% frente ao rival Bradesco (Imagem: Reuters/Paulo Whitaker)

Entre o time dos mais otimistas em relação ao desempenho do Itaú está a equipe do BTG Pactual (BPAC11), que além dos números do balanço, destaca a chegada de Milton Maluhy Filho, o novo CEO do maior banco privado brasileiro.

“Com a posse de Maluhy, de 44 anos, captamos a mensagem de que um CEO jovem é um recado importante de continuidade no longo prazo, especialmente quando se pensa que decisões tomadas hoje levarão tempo para impactar os dividendos no futuro”, pontua o analista de research Eduardo Rosman.

Quanto ao capítulo à parte envolvendo a XP, o BTG avalia que um Itaú sem a fatia na XP negocia a um desconto de 7% frente ao Bradesco (BBDC4), mas tal gap pode desaparecer.

O Safra resuma que os resultados do Itaú foram bons e um pouco acima do esperado, com melhora nas despesas com PDD e receita de serviços, e controle consistente de custos.

“Acreditamos que os resultados devem ser ofuscados pela notícia de uma potencial cisão da participação do Itaú na XP Inc, que pode desbloquear valor para os acionistas do Itaú”, apostam os analistas Luis Azevedo e Silvio Dória.

Já a Ágora Investimentos afirma que já esperava a intenção de cisão do Itaú na XP. Para a casa de análises, o movimento é “algo deve desbloquear valor para as ações, inclusive no curto prazo”.

Veja na tabela abaixo os detalhes de recomendação para os papéis preferenciais do Itaú Unibanco:

Avaliador Recomendação Ticker Preço-alvo (R$)
XP Investimentos Neutra ITUB4 29
BTG Pactual Compra ITUB4 34
Safra Compra ITUB4 37
Ágora Investimentos Compra ITUB4 **

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Lucas Eurico Simões - 05/11/2020 - 8:56

Cotações Crypto
Pela Web