AgroTimes

Jalles Machado (JALL3): CFO lista motivos para investir na ação e cita crescimento de 70% em 5 anos; confira

16 nov 2023, 18:15 - atualizado em 16 nov 2023, 18:15
jalles machado jall3 agronegócio ações setor agro
Estratégia de alta produtividade aliada a menores custos de produção está entre os fatores de destaque para Jalles Machado (Imagem: Facebook/ Jalles Machado)

O CFO da Jalles Machado (JALL3), Rodrigo Penna de Siqueira, conversou nesta quinta-feira (16) com exclusividade com o Agro Times. O executivo falou sobre os resultados da empresa no segundo trimestre da safra 2023/2024 (2T24), divulgados há uma semana.

Entre os motivos destacados por Siqueira para convencer os investidores a apostarem nas ações da companhia, está a competitividade do Brasil no setor em que a Jalles Machado atua.

“O setor sucroenergético é o segmento em que o Brasil é o país mais competitivo no mundo para fazer açúcar no mundo, com um menor custo global, que nos dá uma vantagem competitiva. Além disso, há uma série de oportunidades para o etanol como o SAF e plástico verde”, afirmou.

Siqueira acrescenta que a Jalles Machado apresenta um desempenho melhor do que o de seus concorrentes. “Nós temos uma performance muito acima da média dentro do setor, com uma área agroindustrial muito competitiva, sempre buscando uma produtividade em busca de menores custos”, diz.

  • Uma ação se beneficia com a onda de calor e pode “esquentar” o bolso dos investidores: Confira qual é a empresa no Giro do Mercado e não perca a oportunidade, é só clicar aqui:

Crescimento da Jalles Machado (JALL3)

Fora essas questões, o CFO destacou o portfólio de produtos de maior valor agregado da companhia.

“Nós somos uma empresa que, dentro desse setor onde o Brasil é uma potência, ocupa uma posição de destaque na sucroenergia, com muitos investimentos em irrigação. Estamos em uma fase de crescimento forte e vamos dar um salto de 70% entre 2021/2022 até 2025/2026”, conclui.

Você confere essa entrevista completa no YouTube do Money Times na semana que vem.

Repórter no Agro Times
Formado em Jornalismo pela Universidade São Judas Tadeu. Atua como repórter no Agro Times desde março de 2023. Antes do Money Times, trabalhou por pouco mais de 3 anos no Canal Rural, onde atuou como editor do Rural Notícias, programa de TV diário dedicado à cobertura do agronegócio. Por lá, participou da produção e reportagem do Projeto Soja Brasil, que cobre o ciclo da oleaginosa do plantio à colheita, e do Agro em Campo, programa exibido durante a Copa do Mundo do Catar e que buscava mostrar as conexões entre o futebol e o agronegócio.
Linkedin
Formado em Jornalismo pela Universidade São Judas Tadeu. Atua como repórter no Agro Times desde março de 2023. Antes do Money Times, trabalhou por pouco mais de 3 anos no Canal Rural, onde atuou como editor do Rural Notícias, programa de TV diário dedicado à cobertura do agronegócio. Por lá, participou da produção e reportagem do Projeto Soja Brasil, que cobre o ciclo da oleaginosa do plantio à colheita, e do Agro em Campo, programa exibido durante a Copa do Mundo do Catar e que buscava mostrar as conexões entre o futebol e o agronegócio.
Linkedin
Giro da Semana

Receba as principais notícias e recomendações de investimento diretamente no seu e-mail. Tudo 100% gratuito. Inscreva-se no botão abaixo:

*Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.