Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Juiz decide que deputado Daniel Silveira seguirá preso e será transferido para batalhão da PM

18/02/2021 - 17:13
Policia Federal
Silveira foi preso por ordem de Moraes, em decisão que na véspera foi referendada por unanimidade pelo plenário do STF (Imagem: REUTERS/Pilar Olivares)

Responsável por ataques em vídeo a ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), o deputado Daniel Silveira (PSL-RJ) vai continuar preso e será transferido para um batalhão da Polícia Militar do Rio de Janeiro com melhores condições carcerárias, informou a assessoria do STF, após a conclusão da audiência de custódia do parlamentar nesta quinta-feira.

Silveira foi preso na noite de terça-feira após ordem do ministro do STF Alexandre de Moraes e permanecerá encarcerado sem prazo, segundo a assessoria do STF. Atualmente ele se encontra na Superintendência da Polícia Federal no Rio.

O deputado teve direito a uma audiência de custódia por ter sido preso em flagrante, com o objetivo de verificar eventuais ilegalidades na prisão. Um juiz auxiliar do gabinete de Moraes ouviu o parlamentar.

Silveira foi preso por ordem de Moraes, em decisão que na véspera foi referendada por unanimidade pelo plenário do STF.

Como investir no mercado de US$ 250 bilhões? Fundo de Carbono dá a chance de apostar no setor que segue tendência de alta

Posteriormente ele foi denunciado pelo episódio por crimes como coação no curso do processo e de incitação de animosidade entre as Forças Armadas e o Supremo.

Até o momento, segue indefinido o futuro do parlamentar. A Câmara ainda não levou o caso ao plenário, que poderá decidir se mantém ou revoga a prisão dele.

Há uma articulação em curso para que o caso seja avaliado com celeridade pelo Conselho de Ética da Casa.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por André Luiz - 18/02/2021 - 17:13

Pela Web