Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Fast

Justiça de Brumadinho recebe denúncia criminal contra ex-CEO da Vale e outras 15 pessoas

14/02/2020 - 20:29
Vista aérea de barragem de rejeitos da Vale que se rompeu em Brumadinho (MG)
Na denúncia, a Vale e a TÜV SÜD foram acusadas por crimes ambientais devido ao desastre (Imagem: REUTERS/Washington Alves)

A Justiça de Brumadinho recebeu nesta sexta-feira denúncia contra o ex-presidente da Vale (VALE3) Fábio Schvartsman e outras 15 pessoas, por homicídio qualificado e crimes ambientais, referente ao rompimento de Barragem da Vale em Brumadinho (MG), em janeiro de 2019, conforme informou em comunicado.

Na denúncia, oferecida pelo Ministério Público do Estado de Minas Gerais, Vale e a TÜV SÜD, empresa que atestou a estabilidade da barragem, foram acusadas por crimes ambientais devido ao desastre.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

“O magistrado recebeu a denúncia por entendê-la bem fundamentada, com a exposição de todos os fatos criminosos imputados, bem como todas as suas circunstâncias”, informou o comunicado, publicado pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais, em referência à decisão do juiz Guilherme Pinho Ribeiro, da 2ª Vara Cível, Criminal e de Execuções Penais da Comarca de Brumadinho.

Última atualização por Renan Dantas - 14/02/2020 - 20:29