Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Justiça determina retenção de passaporte do empresário Carlos Wizard

18/06/2021 - 18:28
Carlos Wizard
A ordem foi determinada pela juíza Marcia Souza e Silva de Oliveira, da Primeira Vara Criminal de Campinas, em São Paulo (Imagem: Facebook/Carlos Wizard)

A Justiça Federal determinou no fim da tarde desta sexta-feira que o empresário Carlos Wizard, que não compareceu na véspera à convocação da CPI da Covid do Senado, tenha o passaporte retido tão logo retorne ao país.

A ordem foi determinada pela juíza Marcia Souza e Silva de Oliveira, da Primeira Vara Criminal de Campinas, em São Paulo.

Por ordem da CPI, a magistrada determinou inicialmente que a Polícia Federal que adote as providências para que Wizard fosse conduzido coercitivamente ao Senado.

A PF, entretanto, relatou à juíza que não o encontrou nos endereços fornecidos pela CPI e a informou que ele saiu do Brasil em 30 de março pelo Aeroporto Internacional de Guarulhos (SP) com destino à Cidade do México, não tendo retornado desde então.

“Assim, após as informações prestadas pela Delegacia de Polícia Federal em Campinas, foi determinado o cumprimento da parte final do ofício encaminhado, qual seja, a retenção do passaporte do Senhor Carlos Wizard, tão logo ingresse em território nacional”, decidiu a magistrada.

Carlos Wizard é suspeito de integrar o chamado gabinete paralelo, grupo de pessoas que não compõem o governo Jair Bolsonaro e que estariam propondo ao presidente a adoção de medidas que contrariam consensos científicos no enfrentamento à pandemia de coronavírus.

Gostou desta notícia? Baixe o nosso app para ler, em apenas um clique, esta e mais de 150 matérias diárias.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por André Luiz - 18/06/2021 - 18:28

Pela Web