Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Justiça suspende cobrança de parcelas atrasadas do Minha Casa Minha Vida

Zeca Ferreira
26/01/2022 - 14:26
Imóveis Habitação popular
Decisão vale para beneficiários com com renda mensal familiar de até R$ 1,8 mil (Imagem: Agência Brasil/Marcelo Camargo)

A Justiça Federal do Rio de Janeiro (JFRJ) determinou que a Caixa Econômica Federal e a União deixem de cobrar as parcelas atrasadas dos beneficiários do Minha Casa Minha Vida, com renda mensal familiar de até R$ 1,8 mil (Faixa 1), em razão do estado de calamidade pública desencadeado pela pandemia de Covid-19.

A decisão, que vale para todo o país, compreende as prestações atrasadas entre 20 de março a 31 de dezembro de 2020.

Além disso, a medida contempla apenas os beneficiários que integram a Faixa 1 do programa, nas modalidades do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR) e Fundo de Desenvolvimento Social (FDS).

Na sentença, a JFRJ estabeleceu que as parcelas atrasadas devem ser diluídas ao longo do restante dos contratos, sem a cobrança de juros ou multa.

Última atualização por Gustavo Kahil - 26/01/2022 - 14:26

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto