Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Light encontra jaguatirica na rede elétrica no RJ; pandemia aumenta casos com animais

09/07/2020 - 20:11
O incomum incidente, registrado na quarta-feira, está indiretamente associado à pandemia de coronavírus, uma vez que medidas de restrição à circulação de pessoas têm aumentado casos (Imagem: Reprodução/YouTube/Light)

Técnicos da elétrica Light (LIGT3), responsável pela distribuição de energia em parte do Rio de Janeiro, encontraram uma jaguatirica morta presa à rede de energia em uma cidade na região metropolitana do Estado, a cerca de 150 quilômetros da capital.

O incomum incidente, registrado na quarta-feira, está indiretamente associado à pandemia de coronavírus, uma vez que medidas de restrição à circulação de pessoas têm aumentado casos envolvendo contato de animais com os cabos de energia, disse a empresa à Reuters.

“A redução do fluxo de pessoas nas ruas, um dos reflexos da pandemia de Covid-19, tem levado a um aumento de incidentes causados por animais. Como já se viu em outros países, durante os períodos de quarentena os animais circulam em áreas mais próximas dos centros urbanos”, explicou a elétrica.

As equipes da Light chegaram ao local em que o animal estava, em Conservatória, no distrito de Valença, após terem sido comunicados pela população sobre a presença do felino.

“Ao chegar ao local, o animal estava morto, atingido por uma descarga elétrica. Ele estava preso nos cabos da rede de baixa tensão”, disse a Light, em nota, após questionamentos da Reuters.

Imagens da jaguatirica, já morta e presa nos cabos elétricos, circulavam pelas redes sociais nesta quinta-feira. A Reuters confirmou com uma fonte que a foto foi feita por um técnico da Light.

O distrito de Conservatória, onde o animal foi encontrado, tem 6,5 mil habitantes e área total de 320 quilômetros quadrados Ele fica na divisa com os municípios de Barra do Piraí e Barra Mansa.

A Light atua em 31 municípios do Rio de Janeiro e atende 4,5 milhões de unidades consumidoras, ou cerca de 11 milhões de pessoas, segundo informações do site da empresa.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Última atualização por Gustavo Kahil - 09/07/2020 - 20:11