Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Linx: bom balanço vai confirmar por que empresa é disputada por Totvs e Stone

26/10/2020 - 17:12
Bola da vez: Linx cresce em meio à pandemia, enquanto controle é disputado por Stone e Totvs (Imagem: Reprodução/YouTube/Linx)

A Linx (LINX3) deve divulgar, em 9 de novembro, seu balanço do terceiro trimestre, e a expectativa do Banco Safra é de que ele confirme a resiliência do modelo de negócios da desenvolvedora de softwares.

Silvio Doria e Luis Azevedo, que assinam o relatório do Safra, estimam que a receita líquida da Linx crescerá 12,2% sobre o mesmo período do ano passado, e 3,5% na comparação com o segundo trimestre. A evolução da receita recorrente deve ser ainda maior, com alta de 16% sobre o terceiro trimestre de 2019.

Os analistas projetam um lucro líquido de R$ 9 milhões. Se confirmado, significará um salto de 222% sobre os R$ 2,8 milhões do segundo trimestre. Será, também, a reversão do prejuízo de R$ 200 mil registrado um ano atrás.

O ebitda, contudo, não deverá se comportar de modo tão positivo. Um dos indicadores mais utilizados pelos analistas, por antecipar o comportamento do fluxo de caixa, ele deve ser de R$ 41,3 milhões, nas contas do Safra. Ainda que seja quase 3% maior que o do segundo trimestre, ficará 4% abaixo do obtido 12 meses antes.

Instantes finais

A divulgação ocorrerá em meio à disputa travada pela Stone (STNE) e Totvs (TOTS3) pelo controle da Linx. A briga ganhou uma nova personagem, a própria B3 (B3SA3). Na sexta-feira (23), a dona da Bolsa brasileira notificou a Linx sobre a indenização que deve ser paga à Stone, caso a fusão não seja aprovada por seus acionistas.

Segundo os analistas, caso a Linx acate a determinação da B3 e retire essa cláusula do acordo de fusão, crescerão as chances de os acionistas da empresa rejeitarem a união com a Stone. Como a última já indicou que não pretende elevar o valor da proposta, a Totvs estaria de volta ao jogo.

Apesar das emoções dos próximos capítulos e do otimismo com o balanço do terceiro trimestre, o Safra reiterou a recomendação neutra para as ações da Linx, com preço-alvo de R$ 28 para este ano. O valor é 23% menor que os R$ 36,40 usados como referência pelo banco.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Márcio Juliboni - 26/10/2020 - 17:12