Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Lucro líquido da Cyrela Commercial Properties salta 94,7% em 2019

18/02/2020 - 7:39
Shopping Cidade de São Paulo Cyrela Commercial Properties CCPR3
A margem líquida no ano de 2019 teve um aumento de 10,4 pontos percentuais em relação a 2018 (Imagem: Money Times/Gustavo Kahil)

O lucro líquido da Cyrela Commercial Properties (CCPR3), empresa que possui participações em shoppings e imóveis comerciais, saltou 94,7% em 2019, para R$ 96,7 milhões, mostra um comunicado enviado ao mercado na noite de segunda-feira (17). No quarto trimestre do ano passado, o resultado foi de R$ 53,401 milhões, ante prejuízo de R$ 568 mil um ano antes.

A margem líquida no ano de 2019 teve um aumento de 10,4 pontos percentuais em relação a 2018 e, nos três últimos meses do ano passado, um avanço de 42,1 pontos percentuais.

A receita operacional líquida (NOI) ficou em R$ 343,3 milhões em 2019, alta de 6,8%, e de R$ 88,3 milhões na passagem trimestral, elevação de 4%. A margem NOI em 2019 aumentou 1,9 p.p. quando comparado com a margem de 2018, atingindo 88,5%.

O Ebitda de 2019 chegou a R$ 299,3 milhões, aumento de 13,9%, enquanto no trimestre chegou a R$ 75,5 milhões, alta de 11,3%.

O FFO (Funds From Operations), indicador de fluxo de caixa utilizado no setor imobiliário, foi de R$ 141,437 milhões em 2019, alta de 46,4%, e de R$ 65,760 milhões no último trimestre de 2019, crescimento de 479,1%.

“O ano de 2019 foi um ano desafiador para a economia brasileira. A expectativa de crescimento no início do ano era extremamente positiva devido a entrada do novo governo. Esse otimismo, no entanto, foi frustrado pelos resultados ao longo do ano, pela demora na aprovação da reforma da previdência, e pelas diversas crises políticas internas”, avalia a administração da CCP.

Veja os resultados:

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Leia mais sobre: Empresas, Imóveis, Resultados

Última atualização por Gustavo Kahil - 18/02/2020 - 7:39