M. Dias Branco (MDIA3): Entenda a queda de 8% das ações ao olhar a disparada do trigo

Lucas Eurico Simões
16/05/2022 - 15:22
Biscoitos, M. Dias Branco
Ações da M. Dias Branco (MDIA3) despencam nesta segunda-feira mesmo apesar a companhia ter apresentado balanço positivo. Entenda. (Imagem: YouTube/M. Dias Branco)

O mercado poderia ter reagido muito bem ao resultado positivo da fabricante de massas e biscoitos M. Dias Branco (MDIA3) no primeiro trimestre (1T22). Mas a disparada do contratos futuros de trigo cortou o barato da ação, que cai mais de 8% nesta segunda-feira (16).

A M. Dias Branco apresentou níveis satisfatórios de recuperação em seu balanço e reportou crescimento de 152% de seu lucro líquido no 1T22, totalizando R$ 37,8 milhões.

Acontece que o mercado já precifica um cenário mais desafiador e até a própria companhia do setor de alimentos.

Uma proibição à exportação de trigo da Índia segurou cerca de 1,8 milhão de toneladas de grãos nos portos, potencialmente causando grandes perdas para comerciantes que têm agora perspectiva de vender no mercado interno por valores mais baixos, publicou a Reuters.

Apesar do fato estar lá do outro lado do planeta, isso traz implicações diretas ao dia-a-dia da M. Dias Branco, que tem 60% dos seus custos atrelados às commodities, boa parte somente ao trigo.

Com menos trigo no mercado mundial, a cotação da commodity dispara nesta segunda-feira, para o limite diário de 70 centavos de dólar por bushel nos contratos negociados nos Estados Unidos.

Menos trigo, mais custos na M. Dias Branco (MDIA3):

Ucrânia
Mercado mundial já contava com menos trigo por conta da guerra entre Rússia e Ucrânia, mas a proibição de exportação pela índia só agrava o problema por mais tempo (Imagem: Reuters/Ricardo Moraes)

Muitas empresas da cadeia produtiva, como a M. Dias Branco, já não podiam contar com a maior oferta do trigo devido à guerra entre Rússia e Ucrânia, grandes produtores do grão. Agora com Índia, segundo maior exportador de trigo empacando, os custos só se encarecem por mais tempo.

A M. Dias Branco já admite que prevê aumento de custos de produção de suas massas e biscoitos ao longo do segundo trimestre, segundo o Valor Econômico. E é justamente isso que o mercado já precifica hoje.

Por volta das 15h (horário de Brasília), as ações ordinárias da M. Dias Branco operavam em queda de 8,01%, negociadas a R$ 22,52 cada.

No mesmo instante, o Ibovespa (IBOV) saltava 1,45% com 108.463,80 pontos.

Apesar da maior parte das remessas de trigo e farinha de trigo da M. Dias Branco virem da Argentina, as questões geopolíticas e climáticas ao redor do globo mexem sensivelmente com os custos de produção da empresa, muito atrelados às commodities agrícolas.

Aproveite para conferir a agenda de resultado das empresas no 1T22 e não perca a data de nenhum balanço.

Disclaimer

Money Times publica matérias informativas, de caráter jornalístico. Essa publicação não constitui uma recomendação de investimento.

Receba as newsletters do Money Times!

Cadastre-se nas nossas newsletters e esteja sempre bem informado com as notícias que enriquecem seu dia! O Money Times traz 8 curadorias que abrangem os principais temas do mercado. Faça agora seu cadastro e receba as informações diretamente no seu e-mail. É de graça!

Última atualização por Lucas Eurico Simões - 16/05/2022 - 16:08

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado agro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto