Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Madri relaxa restrições contra Covid-19, apesar de disparada de casos

01/02/2021 - 15:50
Madrid
As pessoas continuam podendo comer e beber dentro de bares e restaurantes, mas precisam ir embora às 21h (Imagem: REUTERS/Sergio Perez)

A região de Madri começará a relaxar suas restrições contra Covid-19 nesta semana, disseram autoridades nesta segunda-feira, apesar de o resto da Espanha e da Europa estarem endurecendo as medidas para domar uma terceira onda de infecções.

A partir de sexta-feira, grupos de até seis pessoas terão permissão de se reunir em terraços abertos de restaurantes, mais do que o limite atual de quatro pessoas, ao mesmo tempo que um toque de recolher a partir das 22h pode começar somente à meia-noite.

As pessoas continuam podendo comer e beber dentro de bares e restaurantes, mas precisam ir embora às 21h.

“Em Madri, estamos fazendo tudo em nosso poder para manter nossos bares e restaurantes e nosso espaço cultural abertos, apesar da pressão política”, disse a líder conservadora regional Isabel Díaz Ayuso, que já se chocou diversas vezes com o governo central de esquerda no tocante à maneira de lidar com a pandemia.

Seu governo estuda acelerar o programa de vacinação de trabalhadores de “setores altamente expostos”, disse ela nesta segunda-feira, acrescentando que isso poderia incluir professores, mas também garçons e taxistas.

A incidência do vírus ao longo de um período de 14 dias em Madri chegou a 993 casos para cada 100 mil pessoas na sexta-feira, um pouco acima da média nacional de 887 casos. Nas últimas duas semanas, o departamento de saúde relatou mais de 66 mil infecções novas, mais do que em qualquer outra região.

O número total de infecções registradas na Espanha é de mais de 2,7 milhões, e o número de mortos está em 58.319.

Agora que governos de toda a Europa estão às voltas com atrasos nas entregas de vacinas, algumas regiões espanholas – incluindo Madri – tiveram que suspender a vacinação de novas pessoas na semana passada.

Mas a ministra da Saúde, Carolina Darias, disse que a Espanha se aterá à meta de vacinar 80% das pessoas de mais de 80 anos e profissionais de saúde até o final de março e de inocular 70% da população até o final do verão local.

Somadas, o país receberá 2,3 milhões de doses de vacinas contra Covid-19 produzidas pela Pfizer e pela Moderna em fevereiro, acrescentou ela.

Autoridades da Catalunha disseram que a região recebeu um suprimento de 65.520 doses de vacinas da Pfizer, um pouco menos do que o acertado inicialmente, e que espera receber em breve 8.500 doses da Moderna.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por André Luiz - 01/02/2021 - 15:50

Cotações Crypto
Pela Web