Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Magazine Luiza cria plataforma para transformar lojas físicas em virtuais durante a pandemia

31/03/2020 - 13:56
Magazine Luiza MGLU3
Ideia da empresa é auxiliar os micro e pequenos empresários a se manter vivos na crise (Imagem: Money Times/Gustavo Kahil)

A Magazine Luiza (MGLU3) está lançando plataforma digital de vendas para auxiliar os micro e pequenos empreendedores do varejo a manter seus negócios abertos durante a pandemia do coronavírus.

Para os vendedores de lojas físicas, a quarentena está complicando e muito o desenvolvimento dos seus negócios. Foi assim que a Magalu pensou em trazer esses comerciantes para a sua plataforma online.

“Nossa plataforma permitirá que esses milhões de brasileiros possam continuar a trabalhar, sem sair de casa e sem correr riscos. Digitalizar o varejo e os brasileiros faz parte da nossa estratégia de negócio e do nosso propósito como empresa — e ele nunca se mostrou tão necessário quanto nesses tempos que estamos vivendo”, diz Frederico Trajano, CEO do Magalu.

A novidade é dividida em dois, sendo uma parte voltada para novos cadastros de pessoas jurídicas com faturamento anual de até R$ 81 mil e para empresas com receitas inferiores a R$ 5 milhões no ano, enquanto a outra parte é feita para pessoas físicas.

Pessoas Jurídicas

Nessa categoria, pequenos empresários e comerciantes podem, por meio do aplicativo, oferecer seus estoques de produtos no site, no app. Dessa forma, os produtos passam a alcançar os 20 milhões de clientes da companhia, localizados em todo o país.

Para a entrega, ela será realizada por meio dos Correios, sem custo para o lojista. A plataforma gera a nota fiscal da venda e oferece ao comerciante dados a respeito das operações realizadas. A cada venda concretizada, o comerciante pagará, até 31 de julho deste ano, uma taxa de 3,99%.

Pessoa Física

Para as pessoas físicas, a plataforma permite que todos os produtos hoje oferecidos pela companhia sejam vendidos por meio de redes sociais individuais, como Facebook e Instagram e Whatsapp. Para isso, a plataforma cria uma loja virtual para esse cliente sem custo.

Em cada venda realizada pelo comerciante, o Magalu paga uma comissão que pode variar entre 1% e 12%, a depender do produto, da categoria a que ele pertence e do volume total vendido pelo parceiro. A partir de 50 reais acumulados em comissões, o parceiro está apto a receber o valor.

Para mais informações, acesse o site da empresa. 

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Última atualização por Vitória Fernandes - 31/03/2020 - 13:56