Malásia: banco apresenta títulos em blockchain que podem ser adquiridos com bitcoin

11/11/2020 - 12:05
Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento
Devido a regulamentações, cidadãos americanos, chineses, iranianos e norte-coreanos não podem comprar os títulos malasianos (Imagem: Pixabay/jorono)

Uma filial do Banco de Construção da China (CCB, na sigla em inglês), da ilha de Labuan na Malásia, quer arrecadar US$ 3 bilhões via títulos emitidos em blockchain.

Os títulos serão negociados publicamente na corretora malasiana de criptoativos FUSANG e podem ser comprados usando bitcoin e dólares americanos, segundo uma declaração compartilhada com o The Block nesta quarta-feira (11).

Tanto investidores institucionais como do varejo podem comprar esses títulos. O limite mínimo de investimento é US$ 100 e a negociação começa nesta sexta-feira (13).

Os títulos serão emitidos pelo Longbond LTD., um veículo de fins específicos criado para emitir títulos digitais e depositar os fundos com o CCB Labuan.

O banco é o principal organizador e patrocinador da listagem dos títulos, que fornecerá uma taxa anual LIBOR de +50 pontos-base, ou seja, cerca de 0,75% a níveis atuais.

Henry Chong, CEO da FUSANG, afirmou que valores mobiliários digitais (ou “security tokens”) pode impulsionar a inclusão financeira ao combinar os benefícios da tecnologia blockchain com a tokenização dos valores mobiliários tradicionais.

“Acreditamos que esse será o início do Cripto 2.0 — a verdadeira institucionalização dos produtos de ativos digitais”, afirmou Chong.

Residentes dos EUA, China, Irã, Coreia do Norte e alguns outros países restritos não podem investir nos títulos.

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
theblockcrypto.com © 2020 - The Block Crypto, Inc. All rights reserved. Todos os direitos reservados.

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 11/11/2020 - 12:08

Cotações Crypto
Pela Web