Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Market Pulse Europa: Acordo Sainsbury-Asda esmagado pelo regulador

20/02/2019 - 8:47
(Pixabay)

Por Investing.com – O varejo de produtos alimentícios do Reino Unido é difícil: as margens são escassas e a pressão de empresas como a alemã Lidl e a Aldi – sem falar nos disruptores on-line – é implacável.

O maior projeto de Felipe Miranda > Inscreva-se agora

O J Sainsbury (LON:SBRY) tinha procurado reforçar a sua posição comprando a filial britânica do Walmart (NYSE:WMT) o Asda, um movimento que combinaria o segundo e terceiro maiores do mercado e superaria a Tesco (LON:TSCO) como o maior player do setor, com uma participação de mercado de mais de 31%.

No entanto, o negócio está por um fio esta manhã depois que a Autoridade de Concorrência e Mercados disse em uma análise preliminar que está inclinado a bloquear a venda.

Normalmente, se os vigilantes antitruste estiverem preocupados com as fusões, eles podem ordenar às partes envolvidas que vendam um pacote de ativos aos concorrentes, mas hoje a CMA disse que está lutando para encontrar uma maneira de fazer isso mesmo.

As ações da Sainsbury estão em apuros como resultado disso – elas estão em baixa de 15% e em curso para a pior queda de um dia em 11 anos. Mas eles não são as únicas vítimas. O rival WM Morrison (LON:MRW) também caiu 4,9%, já que suas chances de abocanhar alguns ativos baratos decentes se evapora Tesco também caiu inicialmente, mas subiu 0,3% até às 7h00. Enquanto a CMA não permitiria que a Tesco comprasse nenhum dos náufragos da Sainsbury-Asda, ela poderia ter se beneficiado da consolidação no setor.

+3 Ações para comparar agora. Veja aqui.

É claro que essa é a razão pela qual a CMA a bloqueou o negócio: os burocratas não vão conseguir nenhum ponto de suas políticas mestras ao permitir que os varejistas de alimentos mantenham suas margens, assim como um Brexit difícil ameaça criar escassez de alimentos importados frescos.

Para fins de comparação, o índice FTSE 100 index do Reino Unido subiu 0,1% após o início do pregão, com grandes programas de recompra do banco Lloyds (LON:LLOY) e mineradora Glencore (LON:GLEN) levantando o clima. A referência Euro Stoxx 600 tinha ganhos em torno de 0,7%.

Curiosamente, a única empresa que pode não sofrer muito é o Walmart (NYSE:WMT). Embora os investidores fiquem desapontados com o fato de que, depois de tudo, não conseguirão uma saída rápida e limpa de um mercado em dificuldades, estarão muito mais concentrados nos resultados que publicou em seu núcleo de negócios nos EUA na terça-feira.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Leia mais sobre: , ,

Última atualização por Bruno Andrade - 20/02/2019 - 8:47

Cotações Crypto
Pela Web