Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

MarketPulse Europa: Bancos da UE em baixa; plano B para o Brexit em foco

21/01/2019 - 11:14
(Pixabay)

Por Investing.com – As ações dos bancos britânicos estavam em baixa, na negocição nesta segunda-feira, como uma nota de precaução que a primeira-ministra Theresa May preparou para apresentar seu ‘Plano B’ para o Brexit no parlamento no final do dia.

+ Veja aqui quais são as pequenas gigantes da Bolsa que podem te ajudar a transformar centavos em milhões

May fará uma declaração na Câmara dos Comuns do Reino Unido às 13:30 (horário de Brasília), para garantir um novo acordo antes do prazo final de 29 de março para deixar a União Europeia (UE). Seu acordo do Brexit, resultado de quase dois anos de negociações com a UE, foi rejeitado por 432 parlamentares no parlamento de 650 cadeiras na semana passada. Seus esforços para conquistar legisladores da oposição com concessões modestas não chegaram a lugar algum no fim de semana.

“A mais recente declaração de May sobre suas intenções Brexit é provável que sugira que seu Plano B é simplesmente continuar com seu Plano A”, disse Chris Scicluna, chefe de pesquisa econômica da Daiwa Capital Markets. Ele disse que as discussões serão realizadas na esperança de evitar “a maior auto-agressão econômica do não acordo”.

11 ações que irão mandar bem nos resultados do 4º trimestre, segundo o BTG

Com pouco mais de dois meses até que o Reino Unido deixe a UE, não está definido como o país deverá sair do maior bloco comercial do mundo. O índice dos bancos FTSE 350 caiu cerca de 0,3% em Londres às 9h40 GMT.

O Metro Bank PLC (LON:MTRO) liderou as perdas, com as ações caindo 1,7%.

Barclays (LON:BARC) e Royal Bank of Scotland (LON:RBS) também estavam em queda, com as ações caindo cada uma em torno de 0,8%, enquanto HSBC HoldingsPLC (LON:HSBA) caía 0,3%.

As ações da Standard Chartered (LON:STAN) tiveram leve alta, subindo 0,4%. O Standard Chartered está mais exposto às economias asiáticas, e subiu na esperança de mais estímulo de Pequim, após dados que mostram que o crescimento econômico da China desacelerou para uma baixa de 28 anos em 2018.

– Com Reuters.

Leia mais sobre: ,

Última atualização por Bruno Andrade - 21/01/2019 - 11:14

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto