Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Mater Dei aceita preço de R$ 17,44 por ação no IPO, 20% abaixo do piso da faixa

15/04/2021 - 9:44
Mater Dei
Anemia: IPO da Mater Dei confirma perda de apetite dos investidores por ofertas brasileiras (Imagem: Facebook/ Mater Dei)

O Hospital Mater Dei (MATD3) aceitou vender suas ações por R$ 17,44 cada na oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês). O preço final, aprovado ontem (14) pelo seu conselho de administração, é 20% menor que o piso da faixa indicativa da operação, que ia de R$ 21,80 a R$ 26,20.

O início das negociações de seus papéis na B3 está previsto para amanhã (16), e a cerimônia do toque da campainha ocorrerá às 16h45, com transmissão online.

Segundo os dados disponíveis na CVM, foram emitidos 80,3 milhões de ações ordinárias, entre a distribuição primária e a secundária, movimentando R$ 1,4 bilhão. Desse total, o aumento de capital, isto é, o dinheiro que efetivamente entrará na Mater Dei, será de R$ 1,2 bilhão, equivalentes a 68,2 milhões de ações.

Saiba mais sobre os IPOs na Central dos IPOs

Fundada em 1980 e com sede em Belo Horizonte, a Mater Dei tem 1.081 leitos hospitalares distribuídos em três unidades, localizadas na região metropolitana da capital mineira. As obras para uma nova unidade hospitalar com capacidade para 367 leitos e um centro médico com mais de 10 mil metros quadrados de área construída estão em andamento em Salvador, Bahia.

Abrão Filho aumenta 135% sua receita em 2021

IPOs em retração

O desconto de 20% no preço da Mater Dei é mais um sinal de que os IPOs brasileiros estão perdendo força, diante do avanço da segunda onda da pandemia de coronavírus, causando impactos na economia e turbulência na política.

Veja as melhores ações para investir em abril.

Nas últimas duas semanas, por exemplo, o laboratório médico Dasa (DASA3) e a distribuidora de eletrônicos Allied Tecnologia (ALLD3) reduziram suas respectivas faixas de preços.

Enquanto isso, a empresa farmacêutica Blau diminuiu o tamanho de sua oferta planejada e a empresa de software LG, o banco BV e a Viveo, distribuidora de produtos de saúde, cancelaram, pelo menos temporariamente, os IPOs planejados.

Veja a ata do conselho da Mater Dei.

(Com informações da Reuters.)

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Márcio Juliboni - 15/04/2021 - 10:39

Pela Web