Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Medida sobre rotativos pode afetar varejistas na Bolsa

Gustavo Kahil
31/01/2017 - 10:17

As medidas criadas pelo ministério da Fazenda e Banco Central para diminuir o juro cobrado no tipo rotativo podem afetar as varejistas na Bolsa, avalia a Itaú Corretora. A partir de abril, as administradoras de cartão de crédito não poderão mais financiar o saldo devedor dos clientes por meio do crédito rotativo por mais de um mês.

A medida começa a valer a partir do dia 3 de abril.

Segundo o analista Tiago Binsfeld, haverá uma tendência de menores juros no rotativo, “que deve afetar negativamente varejistas que obtêm receitas através de crédito com cartões co-branded”.

 As empresa que estão neste grupo são  Lojas Renner (LREN3) e Guararapes (GUAR3), assim como Marisa (AMAR3), Via Varejo (VVAR3) e Magazine Luiza (MGLU3). “Contudo, as últimas três são menos afetadas considerando que operam cartões através de joint ventures com bancos”, explica.

Última atualização por - 05/11/2017 - 14:07

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender
As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto