Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Mercado de 5G no Brasil será 14% menor que o previsto (sendo otimista)

12/12/2019 - 17:25
Tecnologia de celular 5G
Mercado em alta: adoção mundial do 5G  será mais rápida (Imagem: Christoph Scholz/Flickr.com)

Político fazem promessas. Analistas fazem contas. Essa é a diferença que levou o Bank of America (BofA) a reduzir as projeções para o mercado brasileiro de 5G nos próximos anos.

Em agosto, a instituição estimava que o Brasil atingiria 14 milhões de celulares com a nova tecnologia em 2024. Um relatório divulgado nesta quinta-feira (12), porém, cortou a estimativa.

Agora, o banco projeta um mercado de 12 milhões de aparelhos para 2024 – uma redução de 14% na estimativa. Pode parecer pouco, mas pense no seguinte: ao mesmo tempo em que cortou os números do Brasil, o BofA elevou as expectativas para o mercado global em 3% para o mesmo intervalo.

Em números, o banco enxerga espaço para 964 milhões de aparelhos 5G ao fim dos próximos cinco anos. Em agosto, a estimativa era de 932 milhões. A melhora nas estimativas deve-se ao ritmo mais forte esperado para alguns países.

Na dianteira, está a China, cuja projeção foi revista pelo BofA de 366 milhões de celulares para 377 milhões – um acréscimo de 3%.

Mercado bilionário

Há vários motivos para se preocupar com a lentidão com que o Brasil migrará para a nova tecnologia. Apenas para ficar nos citados pelo banco, as vendas mundiais de aparelhos celulares 5G devem saltar de US$ 86 bilhões, em 2020, para cerca de US$ 300 bilhões em 2024.

Realidade virtual com tecnologia 5G
Realidade virtual: um dos mercados mais promissores do 5G (Imagem: Unsplash/@soberanes)

Ao mesmo tempo, trata-se de um mercado em que os compradores estão dispostos a gastar mais. O BofA calcula que os clientes toparão pagar entre 60% e 80% mais por um aparelho 5G, em relação aos 4G, devido à satisfação de contar com um desempenho melhor, como internet mais rápida.

O governo brasileiro, que pretende realizar o leilão de concessão de frequências 5G no ano que vem, debate-se sob a pressão de grandes atores desse mercado, como a chinesa Huawei, líder global de tecnologia 5G, e o governo dos Estados Unidos.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

A demora em definir o modelo de concessão e a tecnologia apenas adia a entrada do país nesse mercado. Para se ter uma ideia, o BofA estima que o primeiro milhão de aparelhos 5G será alcançado no Brasil em 2021.

A Índia, com quem somos frequentemente comparados, terá 6 milhões de linhas; os EUA, 50 milhões; e a China, 301 milhões – mais do que toda a população brasileira.

Última atualização por Márcio Juliboni - 12/12/2019 - 17:25