Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Mercado de minério de ferro deve seguir altista em 2021, diz Goldman Sachs

09/12/2020 - 9:42
Goldman Sachs
O Goldman disse que os preços devem ser sustentados pela forte produção de aço chinesa, assim como pela retomada do ciclo de investimentos na indústria da China e exportações de aço (Imagem: REUTERS/Brendan McDermid)

O Goldman Sachs elevou suas projeções de preço para o minério de ferro e afirmou que o mercado do material utilizado na fabricação do aço deve seguir “altista” em 2021.

A projeção do Goldman para 2021 foi elevada para 120 dólares por tonelada, de 90 dólares antes, enquanto para 2022 a cotação foi elevada para 95 dólares por tonelada, de 75 dólares antes.

“A ponderação do déficit de 2021 na primeira metade do ano aponta para um suporte nos fundamentos para uma trajetória sustentada de preços mais alta nos próximos dois trimestres”, afirmou.

O Goldman disse que os preços devem ser sustentados pela forte produção de aço chinesa, assim como pela retomada do ciclo de investimentos na indústria da China e exportações de aço.

Espera-se que a legalização das apostas esportivas seja muito significativa aos impostos

A demanda do Ocidente por minério de ferro também deve se recuperar antes das expectativas, uma vez que as indústrias pesada e de construção seguem relativamente menos afetadas pela segunda onda de “lockdowns”, segundo o banco.

O cenário altista também foi citado por um executivo da australiana Fortescue Metals Group, que disse que a empresa vê um forte consumo de minério de ferro em 2021 em meio a uma sólida demanda da China por aço e uma recuperação pós-Covid em outros mercados.

O Jefferies também está otimista com os preços do minério de ferro no curto prazo e disse que ações com maior exposição ao metal se beneficiarão nesse ambiente.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Rafael Borges - 09/12/2020 - 9:42

Pela Web