Mercado do boi gordo não sai de lado, sem respaldo do consumo interno e externo

20/07/2021 - 16:40
Gado Boi
Gado tem escoamento lento, tanto quanto a carne no mercado interno, e sem apoio das exportações (Imagem: Arquivo/Agência Brasil/ASCOM ADEPARÁ)

A estabilidade do mercado da pecuária bovina de corte se mantém presente no valor do boi gordo.

A leve estendida nas programações de abate dos frigoríficos, com bois originados de produtores que não conseguiram segurar na ração depois que os pastos secaram, freiam as altas. As geadas dos últimos dois dias podem fazer pecuaristas nessas condições se desfazerem de novos lotes.

Mas os volumes não são suficientes até aqui, para também se perderem as referências de R$ 315, em média, da @ para São Paulo, com tetos de R$ 318 a R$ 319, de acordo com o indicador Cepea e a referência Balizador GPB Datagro.

O varejo não absorve compras maiores, daí também que o atacado da carcaça casada não sai da faixa dos R$ 19,50 o kg, segundo levantamento da Agrifatto.

Também as exportações estão de lado. Na primeira quinzena de julho apresentou leve recuo, de 1,7%, mas os dados de embarques estão acomodados há mais tempo. E não influem no mercado físico como um todo.

Tem negócios com boi China a R$ 320, mas estão nas mãos dos confinadores com venda a termo.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado agro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Giovanni Lorenzon - 20/07/2021 - 16:41

Cotações Crypto
Pela Web