Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Mercado imobiliário e vendas fortes impulsionam ações da Home Depot nos EUA

18/11/2019 - 15:08
Imóveis-casa
Segundo o colunista Home Depot não sofre qualquer ameaça mesmo com a economia dos EUA avançando relativamente (Imagem: Cole Burston/Bloomberg)

Por Haris Anwar/Investing.com

Com a economia dos EUA avançando relativamente bem, sem qualquer sinal de fraqueza nos gastos dos consumidores, a Home Depot (HD), maior varejista norte-americana do setor de reformas residenciais, não enfrenta qualquer ameaça visível.

Seus papéis, que há anos vinham sendo sustentados pelos preços cada vez maiores do setor imobiliário nos EUA, já se valorizaram 38% neste ano, superando o índice S&P 500, que subiu 24% desde o início de 2019. As ações da Home Depot fecharam o pregão de sexta-feira negociadas a US$ 237,29 cada.

HD Semanal
HD Semanal

As taxas hipotecárias em queda e a melhora no mercado imobiliário foram os catalisadores que fizeram os investidores comprarem as ações dessa varejista. Esses mesmos gatilhos agora estão dando confiança para os americanos continuarem gastando com suas casas.

Os contratos de compra de residências usadas em setembro registraram o maior aumento anual em quatro anos, segundo a Associação Nacional de Corretores, no mês passado. E a taxa de propriedade no terceiro trimestre subiu pela primeira vez no ano, uma vez que os arrendatários voltaram com força a comprar no mercado imobiliário.

Esse ambiente macroeconômico positivo deve ser suficiente para afastar algumas preocupações de que o crescimento nas vendas da HD atingiu o pico após alguns trimestres fracos, prejudicada pela deflação da madeira serrada e a guerra comercial sino-americana, que aumentou os custos da varejista.

A empresa divulgou uma alta de 3% nas vendas nas mesmas lojas – medida-chave no desempenho de um varejista – no segundo trimestre, ficando abaixo da média das projeções de 3,2%. A HD agora prevê um crescimento de 4% para todo o ano nessa métrica, contra a estimativa anterior de 5%.

Expansão mais forte

A empresa passou por um dos mais fortes períodos de expansão de sua história, aumentando as vendas ano a ano por 32 trimestres consecutivos. O crescimento trimestral das vendas foi de mais de 4% durante esse período, indicando que a megavarejista está executando uma estratégia de crescimento muito bem-sucedida.

A Home Depot também é uma das varejistas mais bem posicionadas para sobreviver à recente invasão de grandes empresas de comércio eletrônico, como a Amazon (AMZN).

A razão é que a gerência da companhia descobriu desde cedo como ter sucesso nesse ambiente desafiador. Com 90% dos americanos já morando a uma distância de 15 km de uma unidade da Home Depot, ao invés de abrir novos estabelecimentos, a companhia focou em atualizar sua base de lojas existentes com melhores tecnologias e capacidades de atendimento digital.

Consideramos que esse desempenho é algo bastante notável. De fato, isso oferece uma boa razão para comprar as ações da Home Depot, principalmente considerando que a companhia distribui um excelente dividendo trimestral de US$ 1,36 por ação, para um rendimento de 2,30%, após uma alta de 32% neste ano. Para dar suporte aos preços de suas ações, a companhia também possui um robusto programa de recompra de ações de US$ 15 bilhões.

Conclusão

A melhora do mercado imobiliário e o forte crescimento da Home Depot devem continuar dando suporte ao preços das ações dessa varejista neste ano. Com um múltiplo P/L de 21, não acreditamos que a ação esteja cara, mesmo após sua alta recente.

Além disso, a varejista é uma pagadora de dividendos confiável. Seu dividendo trimestre cresceu 380% na última década e, com um saudável payout ratio de 42%, a empresa ainda tem bastante espaço para continuar crescendo.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Última atualização por Rafael Borges - 18/11/2019 - 15:09