Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Mercado Livre investirá R$ 10 bi no Brasil em 2021

01/03/2021 - 18:39
Mercado Livre
O valor, equivalente ao investido pela empresa no país nos últimos quatro anos, foi divulgado na esteira do crescimento explosivo das operações no quarto trimestre (Imagem: REUTERS/DIVULGAÇÃO MERCADO LIVRE)

Mercado Livre anunciou nesta segunda-feira que vai investir 10 bilhões de reais no Brasil em 2021 para marcar posição em seu principal mercado, enxergando a América Latina como a região de maior crescimento do comércio eletrônico no mundo.

O valor, equivalente ao investido pela empresa no país nos últimos quatro anos, foi divulgado na esteira do crescimento explosivo das operações no quarto trimestre e vem após anúncios de investimentos bilionários rivais, incluindo da norte-americana Amazon (AMZN) no país.

Segundo o presidente de Commerce da companhia para a América Latina, Stelleo Tolda, os recursos serão investidos em logística, incluindo caminhões, aviões e novos armazéns, além de ampliar a oferta de crédito de seu braço financeiro e de produtos em seu marketplace, como de supermercados.

“Temos condições de gerar uma recorrência maior dos nossos clientes”, disse Tolda em entrevista à Reuters.

O faturamento do Mercado Livre quase dobrou no período, indicando que o comércio online seguiu ganhando terreno, mesmo com flexibilização parcial do isolamento imposto para conter a Covid-19.

A receita líquida somou 1,3 bilhão de dólares de outubro a dezembro, alta anual de 96,9% em dólares.

Isso, mesmo com a forte depreciação cambial que atingiu todas as moedas da região no período, no encalço da crise provocada pela pandemia. Se medida pela divisa de cada país, a receita cresceu 148,5%.

O Brasil, que responde por 54% da receitas, teve alta de 68% em dólar e de 120% em real.

O volume bruto de vendas (GMV, na sigla em inglês) no trimestre somou 6,6 bilhões de dólares, alta anual de 69,6% em dólar e 109,7% em moeda constante, com o Mercado Livre colhendo os frutos de maiores investimentos, como na capacidade logística e na prateleira de serviços financeiros.

mercado livre
E a carteira de crédito do segmento atingiu 479 milhões de dólares, mais do que dobrando em um ano (Imagem: Money Times)

O Mercado Livre e outros como a Amazon têm anunciado investimentos bilionários em logística nos últimos meses para ganharem escala na América Latina, região onde o comércio online mais cresce no mundo, segundo dados da consultoria e-Marketer.

Investimentos pesados em tecnologia e em logística própria reduziram a dependência de terceiros e ampliaram a eficiência de custos no processo, disse o executivo.

“Três anos atrás, 95% das nossas encomendas eram entregues pelos Correios; no fim de 2020, esse percentual havia caído para menos de 10%”, afirmou Tolda.

A rede do serviço de logística do grupo, Mercado Envios, atingiu no Brasil uma penetração de 79% do total das entregas no quarto trimestre ante 68% na comparação anual.

O Mercado Livre, com sede na Argentina, teve no quarto trimestre uma base de usuários ativos de 74 milhões, 71,3% maior do que um ano antes.

Em outra frente, no braço financeiro Mercado Pago, o volume de pagamentos processados no trimestre atingiu 15,9 bilhões de dólares, alta ano a ano de 83,9% em dólares e 134,4% em moeda constante.

E a carteira de crédito do segmento atingiu 479 milhões de dólares, mais do que dobrando em um ano.

Com a preferência para investir na expansão do negócio do que obter rentabilidade mais imediata, o grupo teve prejuízo líquido de 50,6 milhões de dólares no trimestre, ante prejuízo de 54 milhões um ano antes.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por André Luiz - 01/03/2021 - 20:18