Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Mercado pode esperar resultados crescentes da Marfrig para os próximos trimestres, dizem analistas

12/11/2019 - 11:33
Marfrig
A receita líquida consolidada do terceiro trimestre foi de R$ 12,7 bilhões, 3,6% a mais ante o mesmo período de 2018 (Imagem: Divulgação/Marfrig)

A XP Investimentos, a Mirae Asset e o BTG Pactual (BPAC11) classificaram como sólido o balanço operacional divulgado pela Marfrig (MRFG3) ontem (11).

A receita líquida consolidada do terceiro trimestre foi de R$ 12,7 bilhões, 3,6% a mais ante o mesmo período de 2018. A soma, destacou a Mirae, é reflexo dos “melhores resultados nos Estados Unidos, que compensaram os volumes mais fracos na América do Sul”.

O EBITDA ajustado da companhia chegou a R$ 1,5 bilhão, alta de 29% na comparação ano a ano e 6% superior às estimativas da XP. A margem EBITDA do período alcançou 1,8%.

O lucro líquido foi de R$ 100 milhões, revertendo o prejuízo do terceiro trimestre do ano passado.

“Esperamos reação positiva e resultados crescentes para os próximos trimestres, principalmente no mercado externo e no interno também, com a expectativa de recuperação da economia”, avaliou a Mirae.

Na avaliação do BTG, as operações nacionais de carne bovina nos Estados Unidos foram, de longe, o principal destaque do trimestre, caracterizado pela forte demanda doméstica e principalmente pelo incêndio na fábrica da Tyson, que levou à queda dos preços do gado e ao aumento dos preços da carne.

Recomendações

A XP reiterou seu otimismo em relação ao desempenho dos ativos, mantendo recomendação de compra com preço-alvo de R$ 14.

A Mirae tem recomendação neutra para as ações, com preço-justo de R$ 10,69 e potencial de desvalorização em 12 meses de 4,9%.

O BTG também apresentou recomendação neutra, mas elevou o preço-alvo de R$ 7,40 para R$ 10.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!

Última atualização por Diana Cheng - 12/11/2019 - 11:34