Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Mesmo “blindada” contra vírus, Pão de Açúcar precisa se adaptar às novas circunstâncias

07/04/2020 - 13:30
O crescimento de vendas apareceu em todos os formatos do grupo, mas vem oscilando entre altas e quedas (Imagem: Money Times/Lucas Simões)

O Grupo Pão de Açúcar (PCAR3) é uma das poucas companhias que não foram afetadas negativamente pela crise do coronavírus, segundo a Ágora Investimentos. Ainda assim, a varejista precisou se adaptar às novas circunstâncias para manter o funcionamento das operações e não correr o risco de ter seus negócios contaminados pelos efeitos da doença.

Em uma teleconferência telefônica com a equipe da Ágora, o co-vice-presidente do conselho do Grupo Pão de Açúcar, Ronald Iabrudi, disse que a empresa tem um papel fundamental em prestar serviços à população em um momento tão difícil. O executivo afirmou que todos os esforços estão sendo direcionados para atender as demandas dos consumidores.

Para isso, o Pão de Açúcar precisou mudar seu mix de produtos, concentrando-se mais em itens essenciais.

“Tem havido algumas trocas entre os formatos da unidade Multivarejo da empresa (hipers, supers e proximidade) e, em nossa opinião, isso provavelmente está pressionando para baixo a margem bruta. No entanto, dado o foco em manter as lojas reabastecidas, houve menos promoções do que o habitual, portanto, isso pressiona a margem bruta para cima”, explicou a corretora.

Investimentos

O grupo informou que está revisando seus planos de investimentos para preservar a liquidez. A empresa analisa caso a caso. Quando possível, a administração decide adiar operações que não oferecem penalidade.

Vendas

O crescimento de vendas apareceu em todos os formatos do grupo, mas vem oscilando entre altas e quedas. Pela bandeira Assaí, a companhia viu o número de pequenas empresas diminuir devido ao fechamento de restaurantes e bares. A baixa, no entanto, foi compensada pelo aumento de consumidores individuais.

A demanda por serviços em plataformas digitais cresceu tanto que levou o Pão de Açúcar a contratar de funcionários extras (Imagem: Pixabay)

O comércio eletrônico continua sendo um grande aliado. A demanda por serviços em plataformas digitais cresceu tanto que levou o Pão de Açúcar a contratar funcionários extras.

Sobre a influência da covid-19 sobre a dinâmica do setor, Iabrudi defendeu que a crise atual provavelmente terá um impacto permanente no crescimento online, considerando a adaptação dos consumidores ao uso do e-commerce.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!

Última atualização por Gustavo Kahil - 07/04/2020 - 14:21