Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Milhões no Japão ignoram Covid em estreia recorde em cinemas

24/10/2020 - 16:04
Shibuya Tóquio Japão Ásia Consumo
As salas de cinemas ficaram fechadas durante o estado de emergência do país no início deste ano, e o público voltou lentamente (Imagem: Unsplash/@qvist)

Alguns cinemas nos Estados Unidos e na Europa podem estar fechados devido à pandemia, mas as bilheterias no Japão acabam de bater recorde.

Mais de 3,4 milhões de pessoas – ou quase 3% de toda a população do Japão – deixaram o risco de contágio de lado para assistir à estreia no fim de semana de “Demon Slayer: Kimetsu no Yaiba the Movie: Infinite Train”, um filme de animação baseado em uma série de quadrinhos muito popular.

O filme arrecadou 4,62 bilhões de ienes (US$ 44 milhões) nos três dias, segundo anúncio da distribuidora do filme. O valor ultrapassou as estimativas e foi mais do que o dobro do recorde anterior de “Frozen 2”.

As salas de cinemas ficaram fechadas durante o estado de emergência do país no início deste ano, e o público voltou lentamente. Embora o Japão ainda registre várias centenas de novos casos de coronavírus por dia, o número está muito longe das dezenas de milhares dos Estados Unidos e em muitos países europeus.

Com a história de um garoto que se torna um lutador de demônios no Japão no início de 1900, a revista em quadrinhos vendeu mais de 100 milhões de exemplares durante sua publicação de 2016 a 2020. Uma série de TV de animação estreou em 2019.

As ações da Toho Co., distribuidora do filme e operadora da segunda maior rede de cinemas do Japão, avançaram para o maior nível em um ano na segunda-feira, enquanto os papéis da Edia Co., que fabrica artigos da franquia, subiram 13%.

“20 bilhões de ienes se torna um alvo realista para o ‘Demon Slayer‘” nas bilheterias, disse Shinnosuke Takeuchi, analista da Jefferies Japan, em relatório de 19 de outubro.

Veja o trailer do filme:

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Lucas Simões - 26/10/2020 - 9:14